Recomenda-se:

Netscope

Friday, June 11, 2010

Style Icon




Jane Birkin. A perfeição existe!

Love Story: Rafael e La Fornarina


Porque Sexta Feira é dia de Vénus, a partir de agora podem contar com uma historinha de amor para vos inspirar o fim de semana...


Ele era uma superstar das artes, o Príncipe dos Pintores. Belo, bem sucedido, amado pela sua bondade e simpatia. Podia ter tido todas as mulheres que quisesse. Podia ter feito um excelente casamento. Mas encontrou uma encantadora padeirinha a molhar os pés no rio. O resto é história, com laivos de lenda.
Margherita Luti foi sua amante, sua modelo, sua musa inspiradora. Olhada com desdém pela aristocracia (e em geral, pelos admiradores de Rafael) soube sempre comportar-se com graça e dignidade. Nem humilhada, nem soberba. Aceitou o amor dele como ele era, uma dádiva. É voz corrente que o pintor sucumbiu a uma febre violenta, provocada pelo excesso de luxúria. Após uma noite de amor (literalmente) de caixão à cova, o génio definhou e morreu, sem ter legalizado (que se saiba) a situação da sua Fornarina.

Elevada aos píncaros da sociedade romana, a "viúva Margherita" como doravante ficou conhecida, poderia ter feito, por sua vez, um bom casamento. Preferiu encerrar-se num mosteiro.Ai amor, o que tu fazes!

You get me closer to God...




Cabelão dourado. Olhão. Bocão. O equilíbrio perfeito entre curvas e magreza, artifício e beleza natural, classe e sensualidade. Não se pode andar mais perto de Afrodite, nem pedir um tipo de beleza que faça boa figura em tantas épocas diferentes. Imaginem Brigitte Bardot e Raquel Welch no seu tempo, na Idade Média, na Renascença, hoje. Mais coisa menos coisa, mais trapo menos trapo...
A Deusa criou a mulher. Está tudo dito!

Tuesday, June 8, 2010

You get me closer to God...



3 palavras: Sean. Bean. Suspiro *....*

Gente ruim

O corpo de Carina Ferreira foi encontrado. Um final triste para a história que captou a atenção do país. Mais triste ainda é a insensibilidade de alguns, que perante uma família desesperada, ousaram lançar comentários pondo em causa a integridade e comportamento da jovem, exercendo o passatempo bem português de " atirar postas de pescada". Alguém escreveu mesmo " se ela foi vítima de inveja das mulheres é porque se metia com os maridos delas".

Sim, porque se alguém piscar o olho ao marido alheio, há que matar e esfolar e está tudo justificado.

As histórias rocambolescas e acusações a quem devia ser alvo de solidariedade (não
foi assim que nos ensinaram? ) multiplicaram-se. Mesmo perante os protestos de quem conhecia a vítima, e garantia aos pés juntos que o seu comportamento era perfeitamente tranquilo e normal. É chocante.
Ainda que fosse verdade, tecer comentários grosseiros em tais momentos, sabendo que uma família fragilizada terá conhecimento deles, é de uma maldade criminosa.

Realmente, a impunidade da internet dá para tudo. Até para humilhar vítimas de uma tragédia que pode bater à porta de qualquer um.

A desgraça torna-se ainda mais negra quando constatamos que o nosso povo está a perder o que tinha de bom e a manter o que tinha de mau.

Resta desejar à família e amigos, paz, força e muita capacidade de perdão para que se mostrem superiores a esta gente.

Neste país pode faltar tudo, mas há ralé. Muita.

Monday, June 7, 2010

Nova Rubrica: Veste-te, que ainda te constipas!


Este novo espaço vai "puxar as orelhas" a quem anda por aí alegremente destapado(a) a magoar os olhos alheios...

Mas neste primeiro round, a eleita é a Playboy Portuguesa. Há que puxar as orelhas a este coelhinho, que anda fora da graça da Deusa.

Goste-se ou não, trata-se de uma publicação mítica, com uma imagem de marca a defender.

Missão da Playboy no estrangeiro? Despir, a preço de ouro, as mulheres que estão na berra, e lançar para o estrelato novos " talentos".

Missão da Playboy em Portugal?

Despir a patacos mulheres que precisam de aparecer, cuja carreira está fanada, e lançar celebridades acidentais - leia-se "professora da Playboy" , uma espécie de Geisy Arruda à portuguesa. (Sim, a coisa está preta).

Algo está mal neste franchising. Se não há dinheiro para cachets milionários, não se " playboya" e pronto.

O meu conselho para as meninas?

Vistam-se, queridas...que ainda se constipam, e não vale a pena.

( Queridos leitores, aceito sugestões: quem deve figurar nas novas rubricas?)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...