Recomenda-se:

Netscope

Saturday, October 9, 2010

O Fio de Ariadne

Ora aí está um objecto de grande utilidade: um fio mágico com o poder de guiar para fora do labirinto e mostrar todas as saídas, todas as respostas. Esta princesa/deidade mitológica está associada à esperança, mesmo nos momentos de desespero. Após a aventura do labirinto, viu-se abandonada por Teseu (o ingrato!) na ilha de Naxos. Mas Dioniso, esse Deus da força vital (e da pândega) apaixonou-se por ela. Casaram e foram felizes para sempre, no maior mood " toma, arranjei melhor que tu, seu palerma".

Monday, October 4, 2010

Conselho para a vida:


" Se és a única mulher no quarto, para ele vales um milhão de dólares"

Sim, meu amor, está bem meu amor...


...Já dizia o Jorge Palma que conhece alguma coisa de relacionamentos. Esqueçam os conselhos das revistas femininas que pregam que uma mulher deve demonstrar a sua forte personalidade a torto e a direito. Meninas, se querem fazer o vosso homem feliz - e garantir que ele vos cobre de mimos e atenção - não têm de a mostrar. Têm de a usar. Ou seja, dar -lhe o que ele mais gosta. E qual é a coisa que um homem mais preza neste mundo? Se pensou em coisas sexy, baratas e óbvias, engana-se. O que um homem adora acima de tudo é TER RAZÃO. O ego masculino é frágil, a vida moderna não permite aos coitadinhos caçar nem batalhar todos os dias, as mulheres tomaram de assalto as profissões e actividades que antigamente se destinavam só a eles. O que lhes resta, se não podem ao menos fingir que mandam, que decidem e que ainda são chefes de família? Há coisas que nunca mudam, e uma delas é que não é com vinagre que se apanham moscas. Já sei que algumas vão pensar " então e eu? Não preciso de ter razão?". Ora, as mulheres são inteligentes demais para precisarem de ter sempre razão. A bem da verdade, a utilidade de ter razão é um bocado limitada.
Confrontar um homem directamente é pedir chatices. Mais vale agir à moda de ontem. Seja meiga, seja feminina, não lhe grite. Dê-lhe o desconto. Proceda como fazia com o seu irmão mais novo ou seja, deixe-o ter o brinquedo por um bocadinho. E depois dê-lhe a volta, de modo que ele pense que foi tudo ideia dele, porque ele é o máximo, tão decidido, tão expedito, tão protector, tão forte. Essa nunca falha. Vai ver que ele depois a compensa lá à maneira dele. O mais provável é ele seguir o seu conselho sem perceber como diabo é que isso aconteceu. E no fundo, é tão relaxante ter alguém que vista as calças por nós enquanto mexemos discretamente os cordelinhos...

NB: Se ele mesmo assim proceder à vontade dele e fizer asneira, há sempre o velho e delicioso " eu bem te avisei".

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...