Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, October 11, 2011

Eu devo ser uma relíquia do século XVIII porque...


Ainda acredito em coisas tão estapafúrdias, alienígenas, cheias de mofo e ultrapassadas como a palavra de honra - e o sentido da dita-  o decoro, a subtileza, o cavalheirismo, a graciosidade, a linguagem que uma menina deve (e não deve) usar em público, a ausência de atrevimento, o brio, o pundonor, a modéstia, a beleza do discurso, o zelo pelo bom nome, o respeito pelos mais velhos, a noção do lugar que se ocupa e por aí fora.
 Não sei como as traças me deixam em paz.

Frase do dia


 Não vale a pena lutar com um porco. Ambos ficarão sujos -  a diferença é que o porco vai adorar!

Sunday, October 9, 2011

Choco-ratos


Há dias passei por uma padaria dos arredores e, ó surpresa - ainda fazem os ratos de chocolate da minha infância. E pirâmides, que são iguais mas em forma de cone. Eu não sou doida por chocolates nem por bolos. Mas gosto de receitas com chocolate e de alguns bolos do dito, entre eles os ratinhos que cairam em desgraça por causa daquele mito urbano "esses bolos são feitos com restos mordidos e amassados!". Apesar de os meus pais até acreditarem que se não eram feitos de bolos mordidos, eram pelo menos confeccionados com pedaços de pães de ló não vendidos, de vez em quando lá me faziam a vontade. Afinal eu comia tão pouco que mais valia engolir alguma coisa, mesmo que fosse pastel reciclado,  para não cair nas hipoglicémias do costume. Nunca comia um inteiro e desta vez também não. Aquilo não são ratos, são ratazanas de chocolate e só consigo saboreá-los à fatia. Mas são molhadinhos, fresquinhos e têm pedaços minúsculos de amêndoa.
A pastelaria onde os comprei também faz macarons, que agora estão muito na moda. Prova provada que se pode ter o melhor de dois mundos.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...