Recomenda-se:

Netscope

Sunday, June 10, 2012

Frase do Dia: Dizes que gostas de mim...


                                                            
                                                                   Hans Matheson e Gemma Arterton, Tess of the d'Urbervilles
 
 Dizes que gostas de mim,
    O teu gosto é só um engano
Tu cortas na minha vida, 
Como a tesoura no pano!
Para melhor está bem, está bem, para pior já basta assim!

Ontem tive a oportunidade de ouvir uma versão fantástica da "Chula", tema tradicional que quando interpretado com balanço e expressividade reflecte o que há de melhor na música folk portuguesa. E como vox populi, vox Dei, ou seja, o povo sereno e observador quase sempre tem razão (tinha, quando era valente) esta estrofe perdida no tempo mantém-se absolutamente actual. Haverá melhor e mais lúcida conclusão a tirar de certos relacionamentos? Poucas vezes vi metáfora tão sensata - há quem seja como lâminas na vida de quem supostamente ama, ou usando outra expressão velha, pelo bem que lhe quer, até os olhos lhe tira. "Amores" desses raramente se resolvem, dali não sai nada de bom. Na melhor das hipóteses comparam-se ao Povo de Montemor, nos versos do Conde de Monsaraz: se está mau, se é desgraçado, pode bem ficar pior...


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...