Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, July 3, 2012

Considerações pop do dia



                                                         

Definitivamente tenho de manter os canais de música desligados quando me sento ao computador. Sinto que os meus neurónios estão a ficar afectados…

1 -Acho uma certa piada ao vídeo End of Time da Beyoncé. Só mulherio naquele palco, à excepção de dois dançarinos. Parece uma cerimónia pagã à Deusa da Fertilidade. Até a baterista é uma black mamma grande e poderosa, daquelas que metem respeito. Giro, gosto. Só me intriga onde a cantora terá arranjado tantos clones de si mesma para o corpo de baile. Deve ter sido um super casting em busca de bailarinas da coxa grossa, o que considerando que as dançarinas profissionais costumam pautar por uma certa magreza, não há-de ter sido fácil. Aprecie-se ou não o género (tenho dito muitas vezes que acredito na diversidade da beleza) há ali uma verdadeira homenagem às curvas. Se há alguma coisa que se deve a Beyonce e às celebridades do seu género é a democratização das micro saias, para o bem e para o mal. O excesso de esbeltez nem sempre cai bem, mas o outro extremo também é mau: há por aí exageros que eu preferia não ver…

2- Eu a julgar que as girlbands e boybands tinham ficado enterradas nos anos 90, e eis que nos sai outra. Não falo do regresso dos Take That e das Spice Girls (curiosamente nunca gostei dos Take That no tempo deles, nem do género, mas acho alguma graça às canções que lançaram no ano passado). Refiro-me aos One Direction, essa formação que nos presenteia com uma dose extra de Justin Biebers de uma assentada. Cruzes, canhoto. Apesar disso, se pusermos de lado a lamechice, o romantismo em pó e o facto de fedelhos daquela idade não terem tamanho nem autonomia para passar a noite fora com quem quer que seja e sair de madrugada conforme reza a letra, esta cantiga é muito engraçadinha e a melodia não está má: fiz porcaria e agora estou a morrer porque a minha amada está a passar a noite com outro. Vou para debaixo da janela dela carpir as mágoas, coitadinho de mim. Ai os homens…começam cedo.

3- Jennifer Lopez ainda não percebeu que incluir os namorados/maridos do momento nos seus videoclips é mau agouro. Se calhar não é supersticiosa, mas devia. Ou não: o boy toy que arranjou é do piorio, por isso talvez neste caso o presságio até dê jeito. Não tenho nada contra quem se apaixona por pessoas mais novas. Não acho piada ao fenómeno cougar, mas desde que as mulheres que se inserem na categoria se saibam divertir com uma certa classe, é lá com elas. Vícios privados, públicas virtudes. E é claro que há relações como a de Demi Moore e Ashton Kutcher, em que ambos são giros como o raio e igualmente bem-sucedidos: nessas a idade não conta mesmo. Mas quando uma mulher se envolve emocionalmente com um escroque e se deixa explorar, o caso já é outro. Isso num homem não fica nada bem, mas vemos exemplos desses há séculos e já nem choca. Agora numa senhora, com filhos ainda por cima…ná.
O moço em questão, além de pequenino, feiinho e de ter ar de rufia, é mesmo rufia, velhaco e dançarino. Ao lado dele, Kevin Federline é um rapaz honrado. Tem todo o tipo do vigarista, por ele abaixo e por ele acima: de badalar intimidades grosseiras no Twitter, do estilo “ estou a fazer e a acontecer com a J-Lo neste preciso momento” a ser preso por condução perigosa e outras maroteiras, passando por se gabar dos presentes e do dinheiro que a pateta da namorada lhe dá, é um prato cheio. Se era para sustentar malandros, ao menos que arranjasse um de encher o olho. Tanto médico de Leste, alto e louro, a trabalhar nas obras por aí…
Talvez por influência das más companhias, a senhora apresenta-se no videoclip com este fatinho que além de parecer saído do armário das Spice Girls em 97 a faz parecer um traseiro gigante e ambulante com cabeça de alfinete adornado de pirilampos. Tantos anos a ser o derrierre mais famoso de Hollywood e ainda não lhe explicaram que corpo tipo pêra não vai bem com tops de gola alta? Será que ela precisa de uma assistente que lhe ponha os pontos no ii? Conheço boas candidatas, e nem cobram tão caro como o pequeno buldogue que a acompanha…

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...