Recomenda-se:

Netscope

Thursday, July 12, 2012

Tempinho deprimente


Eu nem me dou bem com o excesso de calor, que só é bom para estar na praia, torna qualquer outra actividade insuportável e provoca quebras de tensão. Em última análise, concordo um bocadinho com o snob Visconde Reinaldo, d´O Primo Basílio, que considerava as temperaturas escaldantes do país pouco civilizadas. Nenhuma maquilhagem, toilette engomada nem fleuma resiste a um calor das arábias. Mas não exageremos: não há nada tão tristonho como um dia de Verão que se faz passar por outra coisa. Um sol tímido, com radiações enviesadas e perigosas a espreitar aqui e ali; um calorzinho húmido e irritante cortado por uma ventania de arrepiar, que torna impossível usar vestidos rodados e roupas leves; tudo isso acompanhado por uma luminosidade triste, macilenta e acinzentada…ó coisa deprimente! Parece mesmo que o universo nos está a dizer “ escusas de te esforçar que eu não gosto de ti”. Apeteceu-lhe ser temperamental, dar-nos dias quentíssimos, de usar sandálias, em Fevereiro e Maio, e agora apresenta-nos este Verão falsificado. O melhor é ignorá-lo e fazer orelhas moucas a tais sugestões, porque nem tudo o que parece é. Talvez a birra passe e possamos ter uns dias de Verão mais risonhos. Ai, o meu optimismo...

3 comments:

Veruska said...

Não sei se vai ter sorte, pois vem aí uma vaga de calor!

Imperatriz Sissi said...

É um daqueles casos que "venha o diabo e escolha"... mas um calorzinho com cara de Verão já sabia bem!

Unknown said...

Pfff... aqui no "início do mundo" esteve um sol e calor de praia sem estar esse abafado que não se pode.

Fica, portanto, provado que o "início do mundo" é de facto a melhor região! :P

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...