Recomenda-se:

Netscope

Friday, August 31, 2012

Boss AC...misericórdia!

É que já não posso ouvir a cantiguinha orelhuda da Sexta feira não sei quê não sei quê. Quem diz a verdade não merece castigo, as pessoas identificam-se com a canção, o instrumental é curioso e o vídeo está giro - esse gatinho de Lego é a coisa mais fofa -  mas aquela traquitana entra pelos ouvidos dentro e fica na cabeça que é uma coisa doentia. Com o spot de regresso às aulas do Continente, pior um pouco. Em boa verdade, já cheguei a pensar (que eu tenho uma certa crença na máxima o semelhante atrai o semelhante, Abyssum abyssus invocat, e por aí fora...) se os portugueses não terão magicamente atraído a crise por tanto gostarem de se queixar. Agora que realmente têm razão para isso, é vê-los lamentar-se freneticamente, com ar guloso, mesclado com um certo olhar de desapontamento porque agora toca à maioria e já não podem ser mais infelizes do que o vizinho, nem cascar nesses malandros privilegiados dos funcionários públicos.  Tenho para mim que essa coisa da crise é como o Diabo: quanto mais se fala nela, mais contente ela fica. E canções sobre a dita cuja, haja paciência. Palpita-me que se a ignorássemos, se fizéssemos por levar a nossa vidinha como se tal coisa não existisse, se não lhe déssemos importância, a criatura metia a cauda entre as pernas, a viola no saco e ia chatear outro. Just my two cents here.

4 comments:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Eu por acaso gosto bastante do Boss AC :)

Imperatriz Sissi said...

Não é uma questão de não gostar dele, ou mesmo da música, mas é que é tipo pegamonstro!

Cafeína said...

Eu agora às sextas feiras até evito dizer "é sexta feira", porque há sempre um engraçadinho que responde com um "yeah" e não suporto isso...!
E toda a letra da música espelha, de facto, um bocado as atitudes que vemos por aí... todo aquele queixume... e a crença de que jogar no Euromilhões é que é a solução...
Em vez de promover uma atitude mais positiva acabou por quase se transformar num hino daqueles que em vez de enfrentar a crise pelos cornos, se sentam no sofá a lamentar-se...

Imperatriz Sissi said...

Completamente, Cafeína. A crise arranjou mesmo um lar confortável, com um povo que a mima...
É enervante quando uma canção tem um refrão com palavras que temos mesmo de utilizar, pega e até se esquecerem do estribilho é uma chatice. Há muitos anos foi o " não sabe nadar". Enfim, antes esta do que "ai se eu te pego".

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...