Recomenda-se:

Netscope

Saturday, August 18, 2012

Pigalle e Blade, yay or nay?

Pigalle, Louboutin


Anda toda a gente encantada com os Pigalle, de C. Louboutin, e stilettos semelhantes. A versão da Zara deste sapato clássico promete ser um enorme sucesso. Pessoalmente, em matéria de saltos muito altos prefiro os pumps compensados e arredondados, e espero sinceramente que tenham vindo para ficar: dão outro apoio, têm mais graça, prestam-se a designs invulgares...
Blade, Casadei
 Mas acho muito refrescante que se voltem a ver as biqueiras aguçadas e os sapatos delicados, para variar. Se não conferem tanto suporte como os modelos com plataforma - e provocam mais facilmente dores na base dos dedos -  têm a vantagem de alongar visualmente a perna, e ficam fantásticos com saia lápis.  É bom que se possa optar por um ao outro, consoante a toilette, a ocasião e a anatomia e/ou sensibilidade de cada mulher. O modelo Blade, da griffe italiana Casadei, que faz as delícias das celebridades,  tem mesmo uma pequena plataforma incorporada para tornar o stiletto tão cómodo (salvo seja) como um sapato compensado. Ter atenção a esses pormenores, bem como à inclinação - que não deve arquear demasiado o pé, nem forçar o tornozelo - e à  maleabilidade do sapato são condições imprescindíveis para os usar sem sofrer desnecessariamente. Há dias lembrei-me que tenho uns sapatos idênticos aos Casadei que trouxe do estrangeiro e que ficaram guardados (como todos os sapatos bicudos). Na altura só encontrava por cá saltos sem graça e encarreguei-me de comprar alguns diferentes, que sem dúvida vão dar jeito para usar agora - uma vez por outra. Curiosamente, também são equipados com umas almofadinhas invisíveis  na parte frontal, para absorver o impacto. Ajuda imenso, e um sapato que mete medo torna-se assim muito mais agradável de calçar...





8 comments:

*C*inderela said...

Também prefiro os modelos arredondados e compensados. Esses muito pontiagudos apertam demasiado os dedos e podem causar deformações se usarmos muitas vezes durante horas.

A Bomboca Mais Gostosa said...

Eu até acho bonitos, mas não consigo andar com esse tipo de sapatos, estes meus pés não prestam para nada.
Quem me tira os mocassins tira-me tudo.

Imperatriz Sissi said...

É verdade. Os truques minimizam o desconforto mas nada como os compensados!

Imperatriz Sissi said...

Eu só uso saltos deste género em ocasiões especiais (sejam stiletto, pump, ou mesmo um chunky heel maior). No dia a dia prefiro saltos largos e mais baixos, compensados ou mesmo flats...infelizmente, os meus pés implicam com a maioria das sabrinas, e até com ténis. É muito estranho mas por vezes preciso de ser mais selectiva no calçado raso do que no outro...

Petra said...

Concordo contigo! arredondadinhos e compensados!! de longe!

Imperatriz Sissi said...

São muito mais confortáveis e dão outro apoio às pernas. Os mais bicudos e "rente ao chão" cansam bastante os gémeos, tornozelos...se só calço os pumps em ocasiões especiais, os outros calço-os em ocasiões especiais em que passe pouco tempo de pé :D

Adeselna Davies said...

A mim não me apertam nada e dão um ar profissional! Eu tenho duas saias lápis e quero comprar mais :) Este tipo de sapato é a minha loucura. E são confortáveis.

Imperatriz Sissi said...

Vai muito dos pés (e da coluna) de cada uma. Em mim, ambos são caprichosos. Mas escolhendo os modelos certos para nós (e eu já levo uma certa prática) anda-se bem. Já as saias lápis são uma perdição...

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...