Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, August 28, 2012

You sexy thing: eles, em tópicos

                                      
                                                                                   Aaron Eckhart

As leitoras (e leitores, que os meninos não gostam de ficar de fora no que lhes diz respeito) tiveram a gentileza de responder ao meu desafio de ontem. Como o prometido é devido, deixo aqui algumas pistas - baseadas na minha opinião e no que ouço às minhas amigas - sobre o que torna um cavalheiro realmente sexy. Ressalvo que este post não pode ser  totalmente imparcial (já que é impossível isolar  os meus gostos pessoais...) mas acredito que há coisas que resultam com a maioria das mulheres. Alors:


                                                               Porte, expressividade e espírito
Não há nada tão sedutor como um cavalheiro seguro de si, com uma postura calma e orgulhosa, varonil, de quem não se impressiona com qualquer coisa, não dá troco a qualquer uma  e não se deixa dominar ou intimidar. Isto não significa mover-se como um pavão e fazer poses. Muito menos agir à James Bond, rodeando-se mulheres: com isso poderá fazer meia dúzia de cabeças ocas competir pela sua atenção, é um facto, mas as raparigas realmente interessantes - que por seu lado, têm a sua própria corte de admiradores - são demasiado senhoras de si para jogar esses jogos e vão achá-lo ridículo. Simplesmente, seja você mesmo. Pela parte que me toca, além da atitude "sou um rei exilado" sempre tive um fraquinho por pessoas espirituosas. O sentido de humor não é um mito: quebra o gelo, gera intimidade e cria private jokes que cimentam a relação. Uma maneira gira de falar ( aposte no seu vocabulário e cultura) uma voz bem modelada e um rosto expressivo fazem maravilhas. Sempre achei piada a quem é capaz de mexer as sobrancelhas ou tem gestos engraçados, por exemplo.



Serenidade, honra e pulso firme

Pode parecer que estas características nada têm a ver com ser ou não sexy, mas garanto-vos que fazem TODA a diferença. Não há como negar: embora muitas mulheres sejam mais tranquilas e racionais do que certos homens que conheço, é sempre bom que quem "usa calças" transmita alguma serenidade e auto domínio. Que nos acalme se tivermos um fanico (nenhuma mulher está livre) que controle as operações em caso de pânico e que se vir muita confusão, muitos nervos miudinhos, muito chilique, crianças e mulherio a fazer barulho, diga calma e carinhosamente o velho "mulher, basta" (a seguir podem dar um daqueles abraços que só vocês sabem, isso é muito querido).  Deve ser um elemento de firmeza e ponderação, e um apoio sólido. Saiba impor-se com respeito.  Detesto vivamente homens que gritam e explodem à mínima coisa. Uma mulher histérica é do pior que pode haver, mas um homem nesses preparos parece pior ainda. Sobre actos violentos, nem falo...jamais haja como um cobarde. Nenhum homem que se preze magoa alguém que não tenha o seu tamanhoLembre-se sempre: um cavalheiro não faz chorar uma senhora. Por motivo nenhum. Aja com nobreza de carácter; ser canalha é indigno de um homem. Grande tamanho, grande poder, grande responsabilidade. Também já comentei convosco que é bom ser ponderado e atento. Sei que vocês são naturalmente distraídos e não conseguem concentrar-se em tantas coisas ao mesmo tempo como nós, mas façam um esforço. 


                                                             Homem despachado...e diligente
Não posso dizer isto vezes que chegue: a iniciativa é da vossa responsabilidade. Bom, nós podemos dar um empurrãozinho, mas que aconteceu ao vosso espírito caçador? Não convém que entrem pela vida da vossa eleita dentro, ocupando demasiado espaço cedo demais (já vi isso resultar, mas é um tanto assustador). Mas já dizia Ovídio: nem Zeus, que era um Deus, esperava que as ninfas andassem atrás dele. Se é bom para o Deus dos Deuses é bom para os mortais, digo eu...Se gostam- de - uma - rapariga- sem-ser-como-amiga deixem isso claro. Não têm de casar com ela só por causa disso, e há muitas maneiras (verbais e não verbais) de acabar com os equívocos. Podem terminar um SMS com um coraçãozinho em vez de "beijinhos", que se mandam a qualquer pessoa, por exemplo. Podem dar o "abraço número três", segurá-la romanticamente pela cintura ou recorrer à "beijoca de pontapé de saída" num momento em que haja aquele clique. Como diz uma pessoa muito sábia que conheço " o pior que pode acontecer é levar um estalo". Resta dizer que não há criatura de saias que resista a festinhas, especialmente no cabelo. Não sejam preguiçosos e garantam-lhes um manancial vitalício de miminhos desse tipo. Asseguro-vos que mulher que os tenha, pensa duas, três, quatro vezes antes de vos trocar por outro. O mesmo vale para a intimidade: o encorajamento de um homem que "comande as operações" e "cumpra os seus deveres diligentemente" é o melhor estímulo que pode haver. No fundo, todas as mulheres são tímidas. Ajudem. 

Master of the Universe
As preferências em termos físicos podem variar, mas nenhuma mulher fica indiferente a um homem que -  sem exageros - pareça realmente masculino. No fundo, todas desejam um cavaleiro que as salve ou ... que pelo menos tenha ar de ser capaz disso. (Não precisam de nos salvar de algo em concreto, é mais um "just in case" que temos programado no código genético) . Eu gosto de ver uma figura algo imponente, que imponha respeito quando caminha ao meu lado e que me transmita protecção, segurança. Não é que eu seja incapaz de me defender, mas em caso extremo não tem muita graça um rapaz que se encolhe enquanto nós sovamos um carteirista...
 Por isso, embora as montanhas de músculos cheias de anabolizantes não sejam de todo atractivas - tudo se quer genuíno - convém que um homem tenha força e um certo ar marcial. Por isso é recomendável que coma, beba e se mexa como um homem. Os antigos espartanos não papavam tofu, bebericavam leitinho de soja e contavam calorias. Não há maior turn off. Inspirai-vos, portanto, e deixai-vos de esquisitices (salvo no caso de atletas de alta competição ou pessoas com problemas de saúde específicos). Querem-se mancebos com um apetite saudável e actividade ao ar livre suficiente para não engordarem que nem uns budas. Convém que se realcem ombros, peitorais e tudo o que possa servir para uma mulher se reclinar, capice? Características faciais como um perfil masculino (fujam das rinoplastias, não há nada pior que um narizinho de boneco) e um maxilar bem desenhado também são mais apelativas do que carinha de Nenuco ou queixos de periquito: uma alimentação adequada é meio caminho andado, mas uma sombra de barba ajuda bastante. Arrepio-me toda quando ouço falar de tirar a barba a laser! Mas estão tolos? Acima de tudo, há que evitar depilações exageradas, sobrancelhas feitas (excepto nos casos "lobisomem") e outros artifícios que os façam parecer um boneco de cera. Sobre toilettes e cabelo, já falei aqui: just keep it simple
 (*Não posso negar, todavia, que um cabelo médio com franja a emoldurar o rosto é o meu penteado masculino preferido, porque favorece quase todos os tipos de rosto. Quer-se algum cabelo, ou nenhum. E falando por mim, e por umas quantas senhoras de gosto, acabem com as malditas cristas!*)



15 comments:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Concordo com todas as características ;)

Kitty Fane said...

Uau. Adorei. Só discordo na parte do penteado médio com franja. Gosto mais curtinho e um pouco despenteado (nada de cristas, pleaseeee). :)

Imperatriz Sissi said...

Eu já vi que és uma Bomboca com excelente gosto :*

Imperatriz Sissi said...

Muito obrigada, Kitty :) Em relação ao cabelo o penteado de que gosto vai do "curto com franja" (do género do Aaron na 1ª imagem, ou estilo 2ª guerra) ao penteado "betolas". Não necessariamente muito comprido mas com aquelas madeixas a cair para a cara. As cristas é que não favorecem ninguém - e ainda por cima, os rapazes com "cara de periquito" é que gostam mais de as usar, a realçar-lhes o pescocinho de abutre...Beijinho.

Tamborim Zim said...

Mas viva o tofu, o leite de soja, de aveia, de arroz, e tudo o q nos permita alimentar muuuuito bem, com delícia e sem sacrificar vidas sencientes. Go vegan, yeah:)

Panurgo said...

Faço 3 em 4. Not bad.

Urso Misha said...

Em relação aos peludos e nada peludos, à aí muita divergência entre as senhoras...

Cafeína said...

Basicamente são aqueles que sabem conjugar uma parte bad boy com uma parte de cavalheiro!
Como se costuma dizer: as mulheres gostam dos maus, mas casam com os bons! Se o homem for isso tudo, junta-se o melhor de dois mundos! :D

Imperatriz Sissi said...

Desculpa, Tamborim. Se calhar não me expressei bem, não era minha intenção ofender os vegans. Foram as opções mais light e "modernas" que me ocorreram. Devia ter dito sushi ou coisa assim...
Embora eu ache um pouco irrealista esperar que o mundo se torne vegan, é de aplaudir qualquer opção que se faça em prol dos queridos bichinhos!

Imperatriz Sissi said...

O Panurgo é uma pérola. Desbocado, mas um achado...

Imperatriz Sissi said...

Falou um urso :p

Imperatriz Sissi said...

Mas agora a sério, a divergência existe e varia de caso para caso. O ideal é o meio termo, o mais natural possível mas sem exageros. No entanto, qualquer rapariga que namore um nadador, por exemplo, sabe que tem de se conformar a um homem lisinho em certas épocas, mesmo que não seja fã desse visual.

Imperatriz Sissi said...

Se encontrares um desses manda-mo, que eu faço um sorteio aqui no blog :D
Há-os, mas são poucos. Beijinhos.

Tamborim Zim said...

Um homem realmente elevado, e realmente forte, e realmente justo, e realmente encantador, n hesitará em comer quilos de tofu e outras comidas vegetais (vegetus=forte, vigoroso), porque sabe o que é bom para si, para os animais e para o planeta. Não temerá ser erroneamente confundido com esquisito ou fraco por não comer cadáveres. Fraqueza é não pensar, covardia é matar para comer, carneirismo é ir na maré. Mais oui!

Tamborim Zim said...

Só hj devo ter visto o teu comentário ao meu em cima, nem reparei na data do post. Ora, n é caso de desculpas, a questão é q eu n sou vegan por avhar os animais fofinhos e queridos. Eu, e as pessoas q escolhem n contribuir p a exploração de seres sencientes (sejam-lhes simpáticos ou antipáticos), fazem-no por uma questão ética, cujo itinerário começa na nossa ppa humanidade. É aos nossos bons sentimentos e à nossa razão q salvamos c a prática do q acreditamos ser correto, e eu acredito q n tenho o direito de contribuir p a exploraçãom infelicidade, morte, medo, stress, coisificação dos animais, nossos companheiros de Planeta. Beijinhos.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...