Recomenda-se:

Netscope

Thursday, September 6, 2012

Das amizades femininas

                          image
Apesar de escolher muito bem as companhias e da minha reserva natural (que me pode fazer parecer menos amigável à primeira vista) sempre tive tantos amigos rapazes como raparigas. Nunca fui a maria rapaz (embora gostasse de brincadeiras que envolvessem artes marciais) nem a menina que só se dá com as meninas. Estava algures no meio e ainda hoje mantenho os mesmos amigos de infância. O conceito de frenemies, de amigas-rivais, soava-me assaz estranho porque tenho muitos defeitos, mas não sei ser invejosa. Fui habituada a acarinhar e elogiar as pessoas de quem gosto e não poucas vezes ouvia meninas ou senhoras dizerem-me muito espantadas " ah! tu fazes com que as pessoas se sintam bem com elas mesmas!" e eu...mais espantada ficava, porque cresci a acreditar que se temos algo de simpático para dizer, escondê-lo não faz de nós superiores aos outros... o que é bonito deve ser elogiado e aquilo que é bonito mas as pessoas não vêem precisa de ser trazido à luz do dia.
Depois de adulta, nunca percebi as mulheres que alimentavam os mitos urbanos "detesto trabalhar em equipas femininas!", "trabalhar para uma chefe, Jesus!" ou "muitas mulheres juntas...credo". É certo que há raparigas que já partem do princípio " só há lugar para uma" e fazem tudo para perpetuar a lenda. São pessoas que competem porque sim, e exigem um grande jogo de cintura ou tornam mesmo a cooperação impossível. Outras, piores ainda, só querem o que é dos outros e envergonham o nosso género. Com essas, não pode haver contemplações - como com todas as más pessoas. Mas em geral, com diplomacia e tacto, procurando deixar cada uma agir à sua maneira e não se ofendendo com qualquer coisa, o barco lá chegava a bom porto. No fundo, não é difícil fazer com que as mulheres se entendam: basta que haja solidariedade feminina em vez de crítica gratuita e que se fale de coisas de que todas nós gostamos. E eu nunca fui forreta quando se trata de partilhar dicas e segredinhos de beleza, de toilettes, de relacionamento. Talvez por isso ache o ambiente da blogosfera tão acolhedor. Decerto existem as invejas, receios e rivalidades de que tanto se fala, mas as experiências boas têm sido muito superiores às menos agradáveis. É muito bom escrever para quem nos compreende, encontrar textos com que nos identificamos e trocar mensagens com "colegas" bloggers e leitoras amorosas...seria a minha maneira de estar um pressentimento do que viria a ser a blogosfera?

10 comments:

MissTee said...

concordo! acho que um pouco de boa educação e maturidade podemos dar-nos bem. detesto as intrigas que as mulheres criam entre si e acho extremamente desnecessário! mas infelizmente, nem toda a gente pensa da mesma maneira.
beijinhos

Imperatriz Sissi said...

As intrigas de que as pessoas são capazes (e não só mulheres) nunca deixa de me surpreender. Beijinho :D

Tamborim Zim said...

Diria mais ser uma consequência lógica de uma boa postura, o q de bom te acontece na blogosfera. :)) Viva a amizade, feminima ou masculina.

Imperatriz Sissi said...

Obrigada, querida. Subscrevo.

Urso Misha said...

Concordo com o que dizes, acho que se começa logo com o drama de "xiii, tanta mulher junta vai dar bronca", pelo que já vivi, partede uma mulher em fulcral minar o meio, pois se forem 4/5/6/7 ou mais, mas com boas intenções ou sem intenções de passar por cima de ninguém, não à crise.
O problema é que via haver sempre alguem que quer sobresair, ou porque lhe é natural, ou porque sim e mina o meio.
O que me começa a fazer mais triste é começar a ver cada mais "homens" com esses tiques/estereótipo feminino...

Jedi Master Atomic said...

O epíteto deste post foi uma cena que aconteceu há uns quantos anos quando ainda andava na faculdade. Um grupo de 3 raparigas tinha que apresentar um trabalho perante toda a turma. Após uns quantos grupos terem apresentado o trabalho, chega a vez delas.

Bem, nunca me ri tanto na vida. A meio da apresentação começam a discutir umas com as outras e a fazer cenas...loooool

Mas a má postura na vida, não está dependente do sexo ou da etnia.

Imperatriz Sissi said...

Que cena épica. Eheheheh...mas lá está, acontece em situações de stress, vulgo "casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão". A educação é tudo.

Imperatriz Sissi said...

É verdade, há homens muito "sassaricados". E arrisco-me a dizer que isso acontece muito em posições de liderança. Pela minha experiência as chefes são mais razoáveis. O ideal será 50/50. Já estive numa empresa com muitas mulheres que era um manicómio mas o chefe era homem e liderava a doidice, fazendo pior. Volta e meia havia gritaria e agrafadores a voar e o director só aparecia para acrescentar ordens doidas. Apesar de tudo nunca me envolvi e consegui fazer amizades. Mas foi preciso paciência de Jó e um sentido de humor à prova de bala...

Cafeína said...

Eu confesso que sou daquelas que gosta de trabalhar com homens, ter um chefe homem e digo que não gosto de estar no meio de muitas mulheres!
Em relação ao trabalho, prefiro ter colegas e chefes homens porque acho que as mulheres complicam e dispersam muito. Os homens, de uma maneira geral, sabem ser mais diplomáticos, práticos e têm um raciocínio muito mais lógico, importantíssimo para a área da informática.
Talvez por trabalhar numa área em que há muitos mais homens do que mulheres e por passar os dias a conviver com homens, quando me vejo rodeada de muitas mulheres acabo por me sentir um bocado desconfortável...
Não é por uma questão de invejas ou competição é mesmo porque não tenho jeito para conversas de gaja, nem cusquices e aqueles risinhos histéricos de algumas quase que me furam os tímpanos.
Adoro ser mulher, mas prefiro conviver com homens! :)

Mamã de Peep-Toe said...

Eu acho que depende muito.Há muita mulher invejosa sim.E frustrada.E é muito difícil lidar com gente assim,mesmo tentando.Nunca sabes quando estão a ser honestas ou não.Parece que lhes é difícil elogiar,quando é das coisas mais fáceis de se fazer.Basta estarmos bem connosco próprias.Bjs

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...