Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, September 11, 2012

Eça de Queirós dixit: dos amores sem cura





Tive outros amores talvez
 Mas sem fé e sem coragem 
Guardo passes de estalagem
 Onde se dorme uma vez.

 Nos olhos mais cativantes 
É ainda a ti que te vejo
 E as asas do meu desejo 
Voam para ti, como dantes. 
Nos plainos de Jericó
 Assim o Rei Mago ia
Em cada estrela que via
Seguindo uma estrela só.
E na posse mais demente 
Do corpo mais desejado,
 Basta voltar-me para o lado, 
P'ra te ver ali presente.

(in A Tragédia da Rua das Flores)

3 comments:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Lindo! :)

Imperatriz Sissi said...

Muito! A primeira vez que o li, em miúda, fiquei toda arrepiada. O mais curioso é que o Eça está a tentar representar um jovem que não escreve lá muito bem, tipicamente romântico, etc...mas fugiu-lhe a pluma para a verdade. Ele não era capaz de escrever mal...

A Bomboca Mais Gostosa said...

Pois não ;)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...