Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, October 24, 2012

Viagem ao mundo Concreto: Portugal Fashion (Parte I)

Tal como vos tinha contado, a Concreto desafiou-me a estar presente no Portugal Fashion, para conhecer de perto a colecção S/S 2013 assinada por Helder Baptista. Tenho de vos confessar uma coisa: o ambiente destes eventos é sempre entusiasmante (já lá vamos) mas no que respeita a desfiles, prefiro ir se conhecer o designer, se tiver a oportunidade de compreender a colecção, a inspiração, as motivações e o espírito da marca. Gosto de entender o que vejo, como pode ser usado e todo o conceito por trás do espectáculo. Preciso de me envolver de alguma maneira com aquilo que me é apresentado, e este convite foi uma ocasião para isso mesmo. 
Com uma das convidadas da Concreto
Tive pena que esta fosse uma visita relâmpago, encaixada num fim-de-semana bastante ocupado, mas fiquei com a certeza de querer permanecer alguns dias no Porto numa próxima edição. 
A pressa teve como consequência eu calcular mal o itinerário e...como havia acessos bloqueados,  andar cerca de dois quilómetros para cada lado, a pé, com saltos de 12 centímetros...
quando havia um parque de estacionamento à disposição, mesmo ao lado da Alfândega. Parecia um episódio louco de Sex and the City. Os taxistas recusaram-se a levar-nos porque para lá chegar "era preciso uma volta enorme". "Chega mais rápido a pé, menina" diziam eles. Pois, digam isso aos meus sapatos! Realmente, só a mim.

  
Com o designer Helder Baptista
Apesar disso, foi um passeio delicioso pela Ribeira fora (com produções de moda a acontecer pelo caminho, perante a curiosidade de quem passava) e uma vez chegada, fiquei surpreendida com a beleza do espaço  - principalmente ao início da tarde, quando o bulício era suficiente para apreciar o ambiente, mas ainda havia tranquilidade para absorver tudo. Por lá, algum street style que me apeteceu fotografar, e os costumeiros olhares + comentários às toilettes que passavam. Curiosamente, foi entre as senhoras mais velhas que vi os looks mais interessantes - tailleurs e vestidos tão bem moldados que só podiam ter sido ajustados ao milímetro, com cores incríveis - prova de que a experiência conta nestas coisas. No reverso da medalha, não faltaram as Litas da praxe e outfits à base de calções, mais coisa menos coisa...c´est la vieMas foi para conhecer a fundo a colecção Bright Days que o Imperatriz Sissi lá esteve e sobre isso, conto tudo já a seguir...
   




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...