Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, November 27, 2012

3 locais sinistros que eu gostava de conhecer

                             
O meu querido irmão partilha comigo o gosto pela História e pelos contos/filmes/cenários de terror, fantasmagóricos ou como gostamos de dizer, medrocos (expressão muito antiga que certa vez veio a talhe de foice lá em casa e foi ficando). São temas que garantem que nos portamos como dois anjinhos, sem batatada fraternal (que isto irmãos...nunca mudam; desenganei-me quando vi os meus tios e tias, todos maiores de 60, a embirrar entre manos como gente pequena). Pois ele mandou-me um artigo do Expresso, com uma daquelas listas dos lugares mais sinistros do planeta. Nela, enumeravam-se alguns de que eu nunca tinha ouvido falar, outros que já conhecia de textos semelhantes. Há muitos que estão na minha "to do list" mas lembrei-me de três realmente especiais. Como não sou lá muito assustadiça, o efeito é mais um alimento para a imaginação do que outra coisa. Mas não nego que estes cenários dêem um óptimo passeio romântico, vulgo "ai ai ai, protege-me que eu tenho tanto medo"... isto se o cavalheiro não for mais impressionável do que  a menina, claro. Ora cá vai, sem ordem especial:


         Parque TAKAKANONUMA, Japão

                                             
Foi inaugurado em 1973 e fechou pouco depois, por razões nunca explicadas - embora o facto de estar plantado no meio de nenhures possa ter contribuído para o fracasso na venda de bilhetes.... Circulam rumores acerca de mortes trágicas nos carrocéis que levaram ao  súbito encerramento mas não existe informação oficial, o que deixa espaço à imaginação.   Ainda tentaram reabri-lo em 1986, mas foi sol de pouca dura e hoje o parque, que ninguém se deu ao trabalho de desmontar, nem sequer vem no mapa e está entregue à bicharada, à ferrugem e à floresta que vai avançando pelo recinto...há sempre algo de arrepiante em parques de diversões e se forem antigos e/ou abandonados, pior um pouco.
 

A Cidade Fantasma de Fengdu, China

Situada à beira do Yangtze, esta magnífica e bem conservada cidade com mais de 2000 anos de história é considerada um portal entre os mundos...e a única cidade fantasma da China. (Custa-me a crer, pois a mitologia chinesa é riquíssima em contos de almas penadas, alguns bem assustadores). Toda a necrópole foi inspirada nas imagens do Inferno...e os chineses sempre pugnaram pela imaginação no que respeita a demónios a torturar gente no outro mundo.

File:食蔓鬼.JPG



Catacumbas dos Capucinhos de Palermo, Itália

File:Palermo Rosalia Lombardo.jpgEsta visita tem vindo a ser adiada mas espero que aconteça em breve, já que este espectacular local fica para as bandas dos meus avoengos, e há que visitar a parentela (além de passear num dos sítios mais bonitos do planeta, claro). Os monges começaram a sepultar os seus Irmãos nas catacumbas no século XVI, e perceberam que os corpos, embalsamados ou lavados com vinagre, se conservavam estranhamente. Guardar os mortos nas `prateleiras´ da cripta passou a ser um sinal de estatuto e a maioria dos notáveis locais adoptou a prática, pagando aos monges uma determinada quantia para que os cadáveres fossem mantidos em exposição com as suas roupas habituais, que eram mudadas regularmente. Era costume as famílias irem ao local passar tempo junto dos seus defuntos, apertar-lhes a mão, rezar com elas ou mudá-las de posição com a ajuda dos Capuchinhos que zelavam pelo inusitado cemitério. Quando deixavam de pagar, as múmias eram postas de parte, num sítio mais recatado. Os últimos enterros realizaram-se na década de 1920: uma das "habitantes" mais recentes é a pequena Rosália Lombardo, de dois anos, o corpo mais conservado daquilo que é hoje um ponto turístico muito concorrido. Alcunhada "A Bela Adormecida" mantém-se intacta graças a um procedimento que esteve perdido muitos anos, inventado pelo médico Alfredo Salafia - à base de formol, álcool, ácido salicílico e sais de zinco.  Por estes dias decorrerá uma interessante palestra  sobre as lendas locais - que rezam, imagine-se, que as pobres múmias fugiam durante a noite para atacar jovens incautas de forma indecente...(pergunto-me quem terá sido o malandro que andou na pândega vestido de múmia e lhes atirou com as culpas...).  Actualmente, as catacumbas têm cerca de 8000 múmias em exposição, mas sabe-se que há muitas mais. A visitar quanto antes, já que em breve o Museu passará por obras - como a colocação de vitrines para separar os cadáveres do público - que vai permitir a sua conservação, mas também lhe roubará parte do mistério...

                                 
                                 
                                                










12 comments:

http://electricvanilla.net/ said...

Também quero ir ctg :)
adorei os tres sítios :)
http://electricvanilla.net/

Imperatriz Sissi said...

Vamos lá :D
Que belos posts ia dar a viagem. Beijinhos.

Dan said...

Uau... Adorava visitar esses lugares! Mas iria ter muito medo... Ahah :p

Pusinko said...

Estive em Fengdu há 3 anos. É tudo o que possas imaginar e mais um bocadinho. Do ar que se respira aos desafios do itinerário, as portas que escolhes atravessar, o significado/consequência dramática de cada acção, a passagem após a qual não deves olhar para trás (e a tentação de olhar?) tudo é mágico.
Aliás, toda a reagião da Barragem das 3 Gargantas é linda. Apesar das transformações que advieram dessa obra megalómana (como submergir uma cidade com milhares de anos a bem do "progresso" e realojar os "felizes" camponeses numa cidade construida de raiz para eles uns metros mais acima)... é um dos lugares mais maravilhosos que vi.

Quanto às outras, as Catacumbas são muito tentadoras e relativamente perto, mas o parque de diversões assusta-me demasiado para querer lá ir. Não consigo ver filmes de terror da tv, quanto mais entrar num cenário ideal para um.

Scarlet Red said...

Já te inscreveste como participante na árvore de natal da blogosfera? Só tens até dia 30! :)
http://arvore-natal-blogosfera.blogspot.pt/

Maria Pitufa said...

Por acaso também vi a reportagem... hoje sitios que fiquei com vontade de vistiar nomeadamente aquela antiga "cidade" na India...quanto ao resto apenas Pompeia chama por mim...quanto ao resto...desculpem mas eu não sou muito dessas coisas!

Fashionista said...

Eu estive em Palermo!
Gostava de ir à Transilvânia!

Imperatriz Sissi said...

Eheheh...metem algum medo, mas tudo depende da companhia e disposição com que se vai.

Imperatriz Sissi said...

Deve ser um lugar extraordinário! É preciso uma imaginação do outro mundo par criar algo assim - e ser extra criativo no mau sentido para mexer uma palha que seja. Não acho o parque muiiito assustador (essas tais portas onde não se pode olhar para trás falam mais à minha sensibilidade). Sinistro sim, mas nada que me impedisse de passear por lá. Estas coisas dependem muito dos medos íntimos de cada um...

Imperatriz Sissi said...

Ainda não! Vou passar por lá. Obrigada :D

Imperatriz Sissi said...

Pompeia está na lista. Mas talvez por ser um sítio arqueológico não me assusta. Fazer impressão, sim...

Imperatriz Sissi said...

Já andei perto da Transilvânia e de facto, vi lá alguns exemplares bem estranhos. Houve uma senhora que se não era vampira imitava muito bem.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...