Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, December 18, 2012

Se eu gerisse um nightclub...



...carreira que não pretendo abraçar, pois prefiro vertentes mais subtis e diurnas das Relações Públicas e uma coisa é a produção de eventos, outra coisa é tomar conta de um espaço e andar sempre feita vampira * mas não digo desta água não beberei, não vá algum árabe doido pagar-me a preço de ouro para eu organizar umas festas à minha maneira e depois ser chamada mentirosa, que os tempos não estão para graças nem para deitar dinheiro do petróleo à rua...fica a salvaguarda; nunca se sabe!*

  instituía meia dúzia de regras, devidamente transmitidas a porteiros com ar de gladiadores. E uma delas era decerto não deixar entrar ninguém que viesse vestido como quem vai para a escola ou para o emprego (em empregos sem dress code instituído, porque não acredito que alguns vão trabalhar naquelas figuras).  Já mencionei que gosto de ver gente adequadamente vestida para a noite e para eventos, mesmo em circunstâncias do mais casual. Não têm de ser todos hipsters, nem fashionistas, nem mesmo BCBG ou "gente bonita". Trata-se de estar adequado ao horário e ao local. E se já não é grande coisa ver os shorts de ganga à noite espaço sim, espaço sim (pelo menos essas esforçam-se lá à sua maneira por impressionar) pior ainda é olhar para as meninas de botas de montanha, jeans manhosos e casaquito de malha. A sério, não arranjam nada mais sem graça? Parece que andaram todo o santo dia com aquela fatiota. A desculpa " só gosto de roupa casual" não serve. Não custa nada trocar o cardigan por um blazer, ter umas calças escuras no armário, pôr um top bonitinho em vez da t-shirt e substituir a botifarra de dia por um salto alto ou vá, uma bailarina. E já agora, passar um pouco de pó no cara, pôr um gloss mais vivo (até a mais desastrada das mulheres sabe pôr gloss) e fazer um brushingzito no cabelo para tirar o ar "andei à chuva e a seguir vim para aqui". É pedir muito?
E pronto, com este post lá se vai a minha brilhante carreira no mundo "da night" (e eu ralada...). Não me parece que a maioria dos proprietários de nightclubs esteja disposta a  aplicar nos seus espaços as políticas que ainda vão vigorando em certos clubes privados por este mundo fora, e eu ia decerto espantar-lhes a freguesia toda.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...