Recomenda-se:

Netscope

Friday, January 20, 2012

Presente fofinho

 

A minha querida amiga Lamparina presenteou-me com este lindo selo, que trouxe consigo algumas perguntas...aqui vai:

1 - Nome da minha música favorita.Tão difícil para quem devora música desde o berço... talvez Siuil Aroon, Harvest of Sorrow, o álbum A Night at the Opera, dos Queen (inteirinho) e a banda sonora de Jesus Christ Superstar. Perfeição.

2 - Nome da minha sobremesa preferida.
Uma que tenha chocolate preto, doce de ovos, frutos secos e pouca farinha...por exemplo doce de amêndoa, brigadeiros ou brownies.

3 - O que me tira do sério.
O atrevimento, falta de chá e brejeirice.

4 - Quando estou chateada
Fujam! (Mas é preciso bastante para me tirar do sério).

5 - Qual o meu animal de estimação favorito?
Gatos.

6 - Preto ou Branco?
Ambos. No entanto, sou capaz de ter mais peças pretas. Não foi Baudelaire que disse que todas as mulheres de gosto deviam vestir-se como se fossem viúvas?

7 - Maior Medo
Zombies e extraterrestres. Mas não sou de congelar com medo...reajo à pancada!

8 - Atitude quotidiana
Tocar piano.
9 - O que é perfeito
Sossego e bom trato.

10 - Culpa
Quando contrario o meu instinto e inevitavelmente dá asneira. Só me arrependo daquilo que não faço.
Sete factos aleatórios sobre mim


1 - Aos quatro anos tive um acidente quase fatal com uma castanha crua. Só a mim! Mas continuo a adorar castanhas. Sem mais desaires até à data, graças aos Deuses...

2 - Embirro com comboios e camiões TIR.

3 - Aprendi a disparar uma arma de fogo aos oito anos. E tenho excelente pontaria.

4 - No infantário tinha grandes pegas com as Irmãs, que me queriam por força obrigar a comer a clara do ovo.
5 - Tenho horror a lampreias.
6 - Publiquei o meu primeiro poema aos seis anos, no jornalinho local, por iniciativa da minha querida professora Isabel. Começava assim " Eu sou uma gota de água/ Sou gémea da lágrima que cai/quando temos alguma mágoa...".

7 - O meu maior desgosto foi deixar a equitação por causa de um acidente. Ainda hoje adoro cavalos e era uma estupenda amazona, até acrobacias à rodeo eu fazia...Mas como sempre, não podia ser um acidente normalito, não. Fui atropelada à porta da maternidade, por um médico que vinha dos HUC estremunhado do turno da noite e me bateu porque a ambulância que parou para eu atravessar a passadeira me estava a tapar. Voei dois metros e só sobrevivi graças ao que o papá sempre me tinha recomendado em caso de grandes quedas: enrolei-me numa bola antes de bater no chão como um sapo! A mesma ambulância que causou o acidente levou-me ao hospital, mas como companheiro de viagem tive um morto que ia a caminho do cangalheiro, imaginem... O que vale nunca fui de me impressionar com tão pouco.
Regras:Colocar o link da pessoa que te ofereceu o selo.
Preencher o formulário das perguntas.
Oferecer a 10 blogs e informá-los.
Partilhar sete factos aleatórios sobre nós.
E agora vou passar a batata quente a:
(Isto é que foi uma complicação, que o meu blogue é tímido e começou a socializar há pouco. Escolhi alguns de bloggers com créditos firmados que admiro e outros que merecem divulgação).
 Guida
Teresa
Sofia
Fatia de Melancia
Odeio Ervilhas
Abanar do ser
Lola
A Flor
Filipa
 Lia

http://afeiradasvaidades2.blogspot.com/

Monday, January 16, 2012

Malvado malware.



Devido a uma bactéria, os blogues que estou a seguir vão ficar temporariamente invisíveis. O problema já está resolvido e espera-se que tudo retorne à normalidade dentro de 24 horas.

Sunday, January 15, 2012

A ver, rapidinho

 A fotografia, as cores, a época, o figurino...gosto de tudo.

Que desgosto, o meu país é pimba.


Uma coisa que me desilude profundamente nos portugueses é a sua tendência para a brejeirice. Tudo quanto é ordinário, ponha-se na minha senhora. Eu detesto innuendos, trocadilhos, frases ou cantigas que pretendem ser "malandrecas". Pelo menos o que é obsceno é honesto e pode ser arrumado nos devidos lugares - para maiores de 18, com bolinha encarnada, em horário tardio e por aí fora. Já a foleirada é transversal.
No outro dia tive a pouca sorte de precisar de uma consulta nos Hospitais Universitários de Coimbra. Na sala de espera a TV mostrava o programa das manhãs da RTP. Qual foi o passatempo daquelas pessoas  cuja missão é entreter os velhinhos  e as criancinhas de férias? Dançar " Ai se eu te pego" entre rubricas. Toda a manhã. Quando não há brejeirice que chegue em Portugal, importa-se do Brasil, para garantir que o povo, mesmo que queira, não tem qualquer hipótese de evoluir.
Claro que a culpa não morre solteira. Foi o Cristiano Ronaldo, que tanto nos enobrece aos olhos do mundo, a fazer a primeira figura de urso, aliás serviço público.



 E a moda pegou, porque se fosse alguma coisa de jeito ninguém ligava importância. Compare-se com o hino de rugby da Irlanda, e com o brio que estes rapazes mostram ao representar a sua pátria:


Em alturas destas orgulho-me das minhas misturas. E pergunto-me se os meus antepassados estariam bêbados quando se lembraram de assentar arraiais por estas bandas.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...