Recomenda-se:

Netscope

Monday, February 25, 2013

Manias de trazer por casa

                               
Serei a única que por mais lounge clothes que tenha (leia-se, fatiotas minimamente apresentáveis para andar à vontade por casa) acho sempre que nunca é de mais? Até porque nem sempre aparecem nas lojas as peças de que gosto, embora as grandes marcas se vão esforçando por investir em gamas especiais para relaxar, preguiçar, arrumar o castelo e outras actividades indoors, que permitam abrir a porta ao carteiro sem lhe pregar um susto. Um cross between entre roupa de yoga, traje desportivo e coisa híbrida que parece um pijama (outra mania minha) sem o ser, a roupa de trazer por casa não deve ser desprezada. Recordo-me de uma vizinha muito benzoca, que ia para a rua no último figurino em modo árvore de Natal, mas que em casa (vá-se lá saber porquê) usava os robes de chambre mais velhos, as camisolas mais cheias de borboto e de nódoas, toda despenteada, um disparate. Felizmente os vizinhos eram gente discreta, porque se falassem...
 Por muito que gostasse é-me insuportável fazer grande toilette em casa: assim que chego (e quem me lê sabe que insisto sempre no conforto da roupa e calçado, mas mesmo assim) fico aflita com costuras, fechos, anéis e tudo o que remotamente aperte, pique, pese ou comprima. A primeira coisa que faço é mudar para algo fofinho/ inofensivo para me sentar, dobrar, mexer, etc. Mas desleixos não acho de todo conveniente. As minhas louge clothes são uma mistura entre yoga apparel, calças de veludo (ou de caxemira e mohair, as minhas preferidas) leggings  de algodão (coisa que só uso mesmo por casa) tops, casaquinhos, polares, parkas vulgo kispos para jardinar, túnicas indianas ou outros balandraus de paragens exóticas que adaptei para o efeito. No Verão posso usá-los como alternativa aos vestidos leves.  Se eventualmente andar lá por fora,  boyfriend jeans. E botas pantufa, montes delas - ténis se estiver pelo jardim a plantar ervas aromáticas ou a arranjar modo de correr com os caracóis para sempre. Embora se esteja em privado, convém que os coordenados compostos por peças destas batam certo - juntando-se, claro, o cabelo arranjado e um jeitinho ao rosto (bálsamo colorido, BB cream...) para estar com bom ar, não vá a felicidade bater à porta e uma pessoa recebê-la com cara de sono. Para as senhoras casadas, meninas que dividam casa com o mais que tudo ou para quem namora e corre o risco de ele aparecer sem avisar e uma pessoa num estado de meter dó, cruzes canhoto, mais importante é andar bonitinha...mas de qualquer forma, uma pessoa sentir-se composta o dia todo não tem preço. E as meninas, que lounge clothes preferem?

6 comments:

Sara Silva said...

eu sou tal e qual como tu: chego a casa e tiro os acessórios todos, calçado e calças. ponho-me o mais confortável possível!
nos meses de inverno, como agora, opto pelos pijamas ou calças de fato de treino. nada de muito apresentável, mas quando entro não tenho hábito de voltar a sair e felizmente não recebemos visitas inesperadas! :)
beijinhos *

Carla said...

Calças de ganga, sweat e polar, no Inverno. No Verão, calções e t-shirt.

Eu tenho verdadeira fixação é com as minhas fatiotas para a praia. ;0) No outro dia comprei, na feira, um vestido de algodão e um top já a pensar em praia. Até a toalha tem que combinar com o resto da vestimenta. Maluquices...

menina lamparina said...

Sou viciada em loungewear e mal chego a casa, tiro anéis, relógios, brincos, colares e tudo o que incomode e tomo um duche para me poder enfiar nuns leggings de algodão e numa camisola quentinha. As pantufas terminam o complexo outfit.

No Verão, opto por túnicas, calças de algodão muito fino (a Zara Home tinha sempre umas fantásticas, mega largas!) com tank tops e havaianas.

Confesso que sou um bocadinho vaidosa mesmo com o que uso por casa: as cores têm de ser giras, as peças não são escolhidas à toa, o cabelo pode estar apanhado mas tem de ter um aspecto apresentável, posso não ter uma maquilhagem elaborada, mas tenho a pele impecável... é como dizes, pode sempre aparecer uma visita inesperada e descontracção não é sinónimo de desleixo.

;)*

Fashionista said...

Ah ah sou assim, mal chego troco logo de roupa! Adoro as yoga pants, com t.shirt cintada e um casaquinho polar!

A Bomboca Mais Gostosa said...

Sou exactamente como tu, eu também ando mais relaxada em casa, gosto de fatos de treino, calcas de ganga etc :)

Vasco Alexandre Vilao said...

Acho muito bem. Em casa, devemos estar confortáveis, mas também não cair no exagero! Há que ter um certo nível.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...