Recomenda-se:

Netscope

Thursday, March 7, 2013

Stand up to your devils or they'll walk over you

Acredito que o indivíduo sensato deve harmonizar ousadia (mais coragem do que prudência é uma velha receita) com astúcia. Escolher as batalhas, nunca adiando as que é necessário travar. Obter toda a informação possível porque conhecimento é poder, mas seleccioná-la para não se deixar turvar por ela. Ver as pessoas e as situações exactamente como são, não como gostaríamos que fossem.  Conhecer  - ou antes, aceitar - as paixões, fraquezas e impulsos humanos e agir de acordo. E de igual forma, estar ciente do seu próprio lado negro, para o domesticar e usar a seu favor. Não deixar que o ego ou a soberba prejudiquem o curso de uma demanda - por vezes é preciso saber perder uma batalha para ganhar a guerra, ou colocar o idealismo de parte por um bem maior. Ter valores presentes, manter um estilo próprio, ser fiel a si mesmo e seguir as próprias regras. Conhecer, por golpe de vista, o que vale a pena e o que não merece o nosso investimento. Estas são algumas máximas inestimáveis. Mas é preciso que ao cumpri-las, nada fique por enfrentar ou purgar. O adversário que se evitou  estrategicamente no passado poderá saltar ao caminho mais adiante. Com outra forma, com outro rosto, noutro cenário. Mas a causar as mesmas dificuldades e constrangimentos. E por menos vantajoso que seja perder tempo com ele, por pouco que  convenha pensar no assunto novamente ...voltar-lhe as costas, dar o cold shoulder, espantá-lo para longe ou deixá-lo banquetear-se com o espólio para proceder tranquilamente à conquista a cidade  nem sempre é solução. Se uma situação se repete uma e outra vez, se detectamos um padrão, pode ser que essa sombra esteja dentro de nós. E disso é impossível fugir. Mais cedo ou mais tarde, teremos de a encarar de frente. Pode ser difícil, quando o oponente é a nossa kryptonite e tem a capacidade de trazer à tona os nossos piores demónios. Mas tem de ser feito, sob pena de se transformar num medo oculto. E os receios que não conhecemos bem, ou cuja existência não toleramos nem admitimos, são os piores inimigos: stand up to your devils or they'll walk over you, é o que dizem.




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...