Recomenda-se:

Netscope

Sunday, May 26, 2013

Cannes, 3

lea seydoux, em armani, e Adele Exarchopoulos, em balmain
Lea Seidoux (Armani) e Adele Exarchopoulos (Balmain): esta última, com uma toilette tão simples como fabulosa. Jóias de grande efeito com um vestido austero, de corte perfeito. 
Numa edição  menos expressiva do que o ano passado, me thinks - Cannes continua, apesar de tudo, a ser a passadeira encarnada. Pela variedade, pelo élan, porque ainda é o único red carpet com o glamour de outros tempos.

                                             11 Stacy Keibler.jpg
Stacy Kleiber: não morro de amores pelo decote-laçarote, mas este Zac Posen é tão perfeitamente moldado, e a cor tão rica, que se desculpa o detalhe algo caricatural. Esta é a única forma de um vestido  "sereia" funcionar sem parecer ridículo. E quando se tem ombros de estátua, há que mostrá-los. Não esconder uma cintura fina por dinheiro nenhum, nem por moda nenhuma, é outra regra a não esquecer.


                                      14 Ulyana Sergeenko.jpg
Quando se trata de caras novas no quesito designers, sou sempre algo desconfiada. Mas é impossível não adorar o trabalho de Ulyana Sergeenko, que tem feito das coisas mais adoráveis a agraciar as passadeiras encarnadas por este planeta. O seu gosto clássico e ao mesmo tempo fantasioso, com laivos victorianos, é muito, muito, my cup of tea. Ainda por cima, a menina não é daquelas que dizem "façam como eu digo, não façam como eu faço". Veste lindamente as outras mulheres e faz outro tanto por si própria *aplauso*. O vestidinho pode ficar para mim, se faz favor, se faz favor, mlle. Sergeenko.

                     
E quem melhor para vestir Ulyana Sergeenko do que um dos meus ai-Jesus, a sempre fantástica Fan Binbing? Azul-gelo é sempre uma cor vencedora, principalmente quando se tem pele de porcelana. Fujamos ao estilo grego que normalmente acompanha este tom e façamos algo espartilhado. E temos uma toilette de sonho, digna de um romance de Balzac. My, oh my. 

                isabeli fontana
Sou a maior fã de jumpsuits para as ocasiões que o permitem (a estreia de um filme é um deles, formal mas não tanto como uma gala) e este Elie Saab cai na perfeição a Isabeli Fontana. Pena a bainha não ter sido subida um pouquinho. Gosto mais do que ninguém de bainhas compridas porque alongam as pernas, mas devem terminar no meio do salto do sapato. Suponho que tenha chegado ao fim da passadeira com as calças numa lástima, mas fora esse pormenor...tudo perfeito.

                  jessica chastain em givenchy couture
Jessica Chastain fez muito bem em não esconder a cinturinha neste requintado Givenchy Couture. Com a toilette saint Laurent abaixo (que tem uma cor lindíssima)  já não se portou tão bem. Quando se é uma ruiva pequena (contra mim falo...) vestidos com pouca forma nessa zona não são uma boa opção. Continuo a gostar muito de si, Jessica.

                                            

                                        liu wen em roberto cavalli
Liu Wen levou um Roberto Cavalli dos decentes, mas não consigo ultrapassar o facto de ter havido tantos vestidos transparentes na zona das ancas nesta edição. Qual é a utilidade? Expliquem-me, que não percebo o apelo...

                             chiara ferragni em emilio pucci
Chiara Ferragni, em Pucci: se é para levar um mini dress, que seja um como deve ser. Gosto.

                                    rosario dawson em marchesa
Rosário Dawson tem-se desleixado, o que é pena pois tem uma figura fantástica. Este Marchesa, no entanto, é um amor. Ficava a ganhar com mangas mais curtas, ou abaixo do cotovelo, mas mesmo assim...


                  emma watson em chanel couture
             Emma Watson, Chanel Couture. Simples, bonita, graciosa e já está.

                      Nieves Alvarez em Ralph & Russo Couture
          Nieves Alvarez, Ralph & Russo Couture. Breathtaking, não há outro termo. Ufffffff.

                                 sharon stone em roberto cavalli
Sharon Stone a confirmar que Cavalli lançou mesmo o terror. Tão bonita...e tantos vestidos bonitos...

                       
Para redimir Cavalli, só mesmo Olivia Palermo. Talvez por ser italiana, talvez porque tudo lhe fica bem, goste-se ou não da menina. Adoro o modelo romano, quanto à tigresse não estou certa. É tão inesperado que não sei o que pensar. E vocês?

                      paz vega em stéphane rolland couture
Paz Vega, Stéphane Rolland Couture. Outra mulher linda a ceder a tonterias desnecessárias.

                            bianca balti
Bianca Balti: sou toda pelos visuais clássicos e discretos, desde que não envelheçam. Esconder uma beleza arrasadora atrás de um penteado destes e de um vestido tão folgado é um crime.




1 comment:

Inês Maria Rocha Gonçalves Moura de Sousa said...

De facto quando se tem Cannes para comentar os Globos d' Ouro são coisa de pelintras mesmo! Mas com tanta oferta ao dispôr destas senhoras parece-me sempre estranho os erros de styling cometidos. Pergunto-me se são "Horas do Diabo" (como costumo dizer quando acontecem coisas más) ou se os vestidos lhes são impingidos pelas marcas a troco de algo.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...