Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, May 14, 2013

Paradoxos de Primavera

                                        
Adoro as rosas de Maio. Adoro a brisa tépida e a promessa de roupas de Verão. E poder dormir com uma camisa de noite em seda sem me arrepiar. Do que não gosto nada é de ontem ter andado em casa de chinelinhas douradas, e hoje ter de voltar às botas-pantufa. Nem de pensar numa toilette para a manhã, outra para a tarde e num casacão caso o dia se prolongue. Nem do ventinho gelado que decide soprar quando uma pessoa não está a contar com isso. Muito menos de vir cá fora e estar o tal ventinho gelado, e voltar para o gabinete aquecido, que uma pessoa até fica maldisposta. E não saber se hei-de calçar botins, peep toes ou sandálias. Melhor ainda, levar calçado aberto, ficar com os pés congelados e as ditas sandálias magoarem que se fartam. Ou levar calçado fechado e abrir um calor daqueles. E no meio disto tudo, estar toda a gente constipada porque nenhum organismo aguenta tanta instabilidade. Bem vindos à Primavera, a estação mais bipolar do ano.

3 comments:

Susana Correia Dos Santos said...

Chinelas douradas? Tens que mostrar que a minha imaginação já anda ás voltas lol

Imperatriz Sissi said...

ehhehe, Susana, são uma espécie de havaianas com sola em palhinha e tiras de tecido dourado. São giras, tenho outras em prata.

Sara Silva said...

podes crer! todos os anos é a mesma coisa mas neste é dose! e eu, que na semana passada arrumei toda a minha roupa de inverno, agora tive de ir buscar umas peças porque não há cardigans que me aqueçam neste dias!
eighteen and a life

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...