Recomenda-se:

Netscope

Monday, May 20, 2013

Só os verdadeiros amigos...


Tenho dito muitas vezes que acredito em "colher o que se semeia" embora ache o karma um conceito chatíssimo, por ser um tanto cegueta e desmancha prazeres (e eu relego convenientemente para o armário das vassouras tudo o que acho injusto ou maçador). 
  Mas que as recompensas se vão acumulando para receber na hora certa, disso não duvido. E no meio dos defeitos de que o céu me dotou (mau feitio...ninguém é perfeito) 
deu-me também algumas qualidades. Duas delas são uma palavra que vale ouro, e a capacidade de ser uma boa amiga. Talvez por isso tenho muitos conhecidos a quem estimo, mas poucos amigos - porque como mencionei há dias, a amizade é uma canseira. Dá trabalho. Dá muito que fazer. E eu sou uma boa amiga, não uma boa samaritana. Quem diz "tenho muitos amigos" ou se cansa imenso ou é hipócrita, porque na hora H não acode a nenhum deles. Para ser um verdadeiro amigo é preciso investir tempo, ter pachorra de santo, aturar as conversas e lamentações que não interessam ao Menino Jesus, levar a canja de galinha, regozijar-se com os triunfos alheios, ser o ombro, fazer coro, declarar guerra aos inimigos do nosso amigo, conspirar em conjunto, entrar em modo ou César ou nada e muitas vezes, dizer duas verdades dolorosas ou fazer avisos que doem tanto a quem avisa como a quem recebe. E acreditem, tenho feito isto tudo. Pelo que os Deuses me recompensaram com um punhado de amigos fabulosos, que são mais família que outra coisa. E que me retribuem em dobro as canseiras todas ou são capazes, como se diz na minha terra, de me avisar se eu tiver a cara suja. Sendo certo que é depois de os amigos dignos desse nome fazerem a fineza de nos avisar, e depois de lavarmos a cara, que vemos claramente a verdadeira face dos que ficaram calados a gozar o panorama, enquanto proclamavam aos quatro ventos a devoção que nos tinham. Mas para esse tipo de "amizades" ou parentelas, há outro provérbio na Sicília: Deus me guarde dos meus amigos, que dos meus inimigos cuido eu.

1 comment:

a mulher certa said...

"Para ser um verdadeiro amigo é preciso investir tempo, ter pachorra de santo, aturar as conversas e lamentações que não interessam..."

Tudo dito.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...