Recomenda-se:

Netscope

Sunday, June 16, 2013

Para o que me havia de dar!

                        
Brilhante ideia desta menina num Sábado à noite: juntar gente cá em casa para ver Les Miserables. Que eu gosto de musicais, mas prefiro óperas rock. Há pouca paciência para os interlúdios melódicos que enchem chouriços e para alguns clichés inevitáveis. Gosto da história, mas já sabemos que o título não engana, é miséria e mais miséria, uma miséria franciscana pegada. No todo, apreciei o filme (a caracterização, as letras, a adaptação da stageplay e o Gavroche, que é um amor). As prestações no que concerne ao canto não foram todas impecáveis, mas não é isso que importa tanto para a versão em causa - assim como assim, tenho as minhas reservas quanto à interpretação de alguns profissionais da Broadway, gostos são gostos. O problema é que misérias cada um tem as suas, e não há nada como uma musiquinha triste para fazer vibrar as cordas interiores. De modo que foi precisamente isso que aconteceu a um dos presentes: a melodia fez-lhe impressão algures e vai de começar a chorar. Depois vem outra e comove-se com a lágrima alheia, repara que há algo no tema que lhe lembra pecados esquecidos e chora também. Entretanto mais alguém acha que um dos actores lhe recorda fulano de tal e pimba, a choradeira é contagiosa. Acabou tudo abraçado a fungar. E eu, a anti-lamechas que para chorar é preciso requerimento em papel selado ou meses de stress desumano, acho que estou a ficar uma uma choramingas feita. Não sei o que preciso de fazer para isto; ou deixo de ser coração mole, ou...daqui a nada não me reconheço. Mas valha-me Deus, o raio da I Dreamed a Dream é mesmo triste e peganhenta, e o que eu embirro com heroínas sofredoras dava para encher vários posts. Shame on you, Sissi!

                                           There was a time when men were kind

When their voices were soft
And their words inviting
There was a time when love was blind
And the world was a song
And the song was exciting
There was a time
Then it all went wrong



I dreamed a dream in time gone by
When hope was high
And life worth living
I dreamed that love would never die
I dreamed that God would be forgiving
Then I was young and unafraid
And dreams were made and used and wasted
There was no ransom to be paid
No song unsung, no wine untasted



But the tigers come at night
With their voices soft as thunder
As they tear your hope apart
As they turn your dream to shame



He slept a summer by my side
He filled my days with endless wonder
He took my childhood in his stride
But he was gone when autumn came



And still I dream he'll come to me
That we will live the years together
But there are dreams that cannot be
And there are storms we cannot weather



I had a dream my life would be
So different from this hell I'm living
So different now from what it seemed
Now life has killed the dream I dreamed.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...