Recomenda-se:

Netscope

Friday, July 12, 2013

A lendária Penelope Tree



                             

           
"Penelope hath frightened stare
And nests of robins in her hair
'Twas Villeneuve caused Twig to be,
But only Vogue could make a Tree."


Numa edição inteiramente dedicada aos anos 60, a revista da Net-a-Porter teve a feliz ideia de publicar uma excelente entrevista com a icónica modelo Penelope Tree. A it girl dos anos 60, de quem John Lennon disse "hot hot hot, smart smart smart!" recorda o seu background privilegiado, os seus amores e o prematuro fim da carreira causado por um traumático problema de pele. Mais exótica do que tradicionalmente "bela" - chamavam-lhe a mistura entre Pipi das Meias Altas e uma figura egípcia - Penelope foi a resposta americana (criada em Manhattan, filha de Sir Ronald Tree e da socialite Marietta Peabody) a Twiggy. Cada uma à sua maneira, ajudaram a definir um novo padrão de beleza: a ninfa de grandes olhos espantados. Twiggy de um modo arrapazado, working class, girl-next-door, Penelope a pobre menina rica de sobrancelhas depiladas e maquilhagem "de panda". O seu visual provocava reacções extremas: fotógrafos como Richard Avedon consideravam-na perfeita, outros recusavam trabalhar com "essa aberração". De qualquer modo, a sua curta carreira modificou para sempre a indústria de Moda e marcou indelevelmente uma década. O seu estilo tão original,não-deste-mundo, continua a inspirar modelos, fotógrafos e it girls por todo o planeta. "Sempre me senti como um extraterrestre, por isso não havia problema em parecer-me com um" disse a própria. Lady Gaga...who?

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...