Recomenda-se:

Netscope

Monday, July 15, 2013

As 40 ruivas mais icónicas de todos os tempos.



"Once in his life, every man is entitled to fall madly

 in love

 with a gorgeous redhead"


 Lucille Ball


Rita Hayworth
A Elle publicou esta lista e não resisti a partilhar convosco algumas das minhas "cenourinhas" preferidas. Poucos sinais exteriores despertam tantas ideias pré definidas sobre uma mulher como o cabelo ruivo - seja auburn, caramelo, strawberry blonde, alperce, laranja vivo, castanho avermelhado ou encarnado.  Com a palidez e as sardas que normalmente as acompanham, madeixas cor de fogo costumam vir associadas a um temperamento aceso (culpada) a algo de mágico (a Inquisição não achava graça e as mulheres desse tempo muito menos) e a uma personalidade apaixonada. Já vos contei que demorei algum tempo a compreender e a fazer as pazes com o meu cabelo de múltiplos reflexos, do dourado ao acajou, do alaranjado ao caramelo. Nunca fui capaz de o tingir de laranja, pelo menos não de forma permanente -acho que ou se nasce com algo tão óbvio ou nada feito, e assim como assim sempre fui mais dada à subtileza. Mais tarde, depois de ter testado todas as cores do arco-íris, percebi que esta cor de ferrugem, cobre, Ticiano ou o que seja combinava mesmo comigo. Lembro-me de ser escolhida em castings por ser a única ruiva presente (tinha usado outras cores tanto tempo que quando voltei ao tom natural, nem me apercebia que a minha cor era essa). Acima de tudo, o ruivo, mesmo quando é berrante, é sempre enigmático. A maquilhagem de uma ruiva tem sempre segredos específicos, o styling torna-se dramático muito facilmente (mas poucas coisas resultam tão interessantes como um visual discreto numa ruiva - ruivas bonitas com um look Jackie Kennedy ficam deslumbrantes, já que toda a possível monotonia desaparece) e queira-se ou não, há sempre o elemento da raridade que conta. Talvez por isso, acho graça coleccionar imagens de ruivas fabulosas - são sempre uma boa fonte de inspiração. Deixo-vos com algumas das minhas preferidas, para redheads e simpatizantes.
Katharine Hepburn.
Julianne Moore, ou como usar todos os tons de ruivo e continuar fabulosa décadas a fio.

Bette Davis - castanho, but not quite.
                     
Ann Margret - adoro-a desde que vi Tommy (um dos meus filmes preferidos) em pequena.
Sophia Loren. Não é preciso dizer mais nada.
Tina Louise
                                   
Shirley McLane - continua linda e igual a si própria.


Susan Sarandon - linda, passe o tempo que passar.
                                     
Jessica Chastain.
Lana del Rrey - não fique morena, que não vale a pena...
Christina Hendricks - uma beldade à moda antiga, e a ruiva que melhor escolhe os tecidos que ficam bem à sua pele de porcelana. 
   
Amy Adams- adoro o seu visual " menina bem" with a twist
             

1 comment:

Teresa said...

Estive a ver as ruivas escolhidas como icónicas (algumas nem sei quem são). Há umas quantas que nunca me passaria pela cabeça designar como ruivas e, no entanto, deixam de fora duas ruivas declaradamente ruivas e esplêndidas actrizes: Lauren Ambrose e Marcia Cross.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...