Recomenda-se:

Netscope

Sunday, July 28, 2013

Bons conselhos de uma fashionista inteligente. MUITO inteligente, acrescente-se.

                               
                         
Ela é gira, loura, elegante e como muitas de nós, apaixonada por moda. Alexa Von Tobel (29 anos) desistiu da prestigiada Harvard Business School para criar o Learnvest: um site de planeamento financeiro pessoal que está a ajudar mulheres (e não só) em todo o mundo a tomar as rédeas do seu dinheiro. O seu trabalho como empreendedora e especialista em finanças pessoais tem sido elogiado em publicações como o New York Times, Wall Street Journal ou Vanity Fair, e Alexa aparece regularmente nas listas das mulheres mais poderosas: "Women to Watch" (Forbes) , "Women Changing the World" (Marie Claire) e "Most powerful women entrepeneurs" da Fortune, em 2012, entre outras.
   A sua motivação para investir em si mesma ("o melhor investimento que você alguma vez poderá fazer") veio do facto de acreditar que muitas mulheres não são educadas para pensar realmente sobre o seu dinheiro. Alexa inspirou-se nos seus próprios erros financeiros - iguais aos de tantas de nós - para criar um mecanismo que pudesse ensinar os outros a realmente gozar o que ganham, evitando o desperdício e construindo um plano para o futuro. 
  Atrevo-me a dizer que concordo com Alexa: muitas mulheres não são educadas para meditar a sério sobre o seu dinheiro. Principalmente quando, como eu, não vêem exactamente de uma família ligada ao comércio e crescem com uma certa reserva em discutir um tema tão...bom, vulgar. No entanto, por mais pruridos que haja os tempos são outros e é necessário tirar o máximo partido dos recursos de que dispomos. O instinto para os negócios, para o dinheiro, também se desenvolve. Não se trata de materialismo exacerbado, próprio de certos círculos, mas de uma gestão inteligente. Mais dinheiro e melhor gestão significam fazer coisas divertidas como viajar ou comprar roupas de griffe sem comprometer o orçamento; "investir" em vez de "gastar". Numa excelente entrevista ao interessantíssimo e muito recomendável  site Refinery 29, Alexa dá óptimos conselhos sobre a melhor forma de apostar em nós mesmas - e usufruir da moda, do ordenado e dos rendimentos. Alguns eu própria os aplico há anos e até já partilhei convosco por aqui (o que quer dizer que estou no bom caminho, how cool is that?) outros são experiência de quem chegou, viu e venceu, logo, vale a pena ler e pensar:

Sobre "como sentir-se poderosa".

Tenho um lema que uso diariamente: "get up, dress up, show up". (Levanta-te, veste-te bem, aparece). Ou seja, estar a horas, vestir-se para o papel e aparecer com um sorriso. Uma pessoa sente-se bem quando acorda a horas, usa qualquer coisa que a faça sentir lindamente e aparece com uma excelente atitude. Tento fazer isso todos os dias. 

Verdade: não há nada como a correria, o stress e a sensação de estar mal arranjada para espatifar a moral. Fazer isto exige disciplina, mas vale bem a pena!

Sobre investir em carteiras Celine, sapatos Vuitton e compras por impulso: 

Adoro moda, adoro finanças pessoais. Penso que não têm de ser inimigas. Tenho as carteiras Celine e Chanel, mas trata-se de fazer as compras que são bons investimentos. O meu conselho seria não fazer compras por impulso: sempre que acho que preciso de alguma coisa, vou  primeiro "às compras" no meu closet. Tiro as coisas que estão atrás e ponho-as à frente  para perceber exactamente o que tenho. Invisto em bons básicos como as bailarinas Chanel e pumps nude em vez de roxo berrante: é óbvio que não vou voltar a usar isso nos próximos 30 anos. Quero comprar coisas que ainda deseje usar daqui a cinco anos. Outro aspecto que considero é o custo de um artigo por ano. Para que um casaco encarnado vivo que custa 1000 dólares tenha um custo por ano de 50 cêntimos, eu teria de o usar duas mil vezes. Irei usar este casaco por décadas? Claro que não, porque é encarnado; então, fico-me pelo preto. As coisas em que gasto mais são intemporais e podem ser herdadas pela minha filha ou neta. Também recomendo comprar em sample sales.

Eu não diria melhor. Sample sales não são tão comuns por cá, mas conhecendo os canais certos valem muitíssimo a pena. E há outros meios para obter roupas que são um bom investimento por preços mais simpáticos. Exige-se estratégia e ponderação...

Sobre a vida:

Se está a considerar algo na sua vida - casar, começar uma empresa, deixar um emprego ou um namorado, coloque o filtro "quando tiver 90 anos, vou arrepender-me de não o ter feito?".


Ou seja, a Fortuna favorece os audazes, desprezar o planeamento é planear o fracasso, gerir as compras pessoais como qualquer outro investimento, e por aí fora. Melhor que uma fashionista, só uma fashionista inteligente. Venham dizer que as mulheres que pensam em moda são tolas, venham.




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...