Recomenda-se:

Netscope

Friday, July 26, 2013

Da "barriguinha" da Duquesa


Eu que ando sempre a leste do paraíso  e que  - apesar das minhas simpatias e amor à tradição - não tenho a mínima paciência para os sururus que se seguem ao nascimento de um "bebé real"não me tinha apercebido que pela blogosfera se comentava apaixonadamente o trajar dos Duques de Cambridge à porta da maternidade, tão pouco a barriguinha saliente de Catherine Middleton.   Isto porque todos os bebés se parecem, pelo que tanto faz ser o futuro Rei de Inglaterra como o filho da senhora da mercearia, e por não se falar de outra coisa quando uma destas crianças vem ao mundo, o que é francamente maçador.  Quanto à simplicidade, nada a dizer. Pese embora a obrigação inerente a mostrar o recém nascido o momento não era de grande formalidade, nem se pretendia que assim fosse - eram escusados muitos arrebiques. Haverá outras situações para isso. Pessoalmente (não estou certa quanto ao que o protocolo recomenda nesta circunstância específica, e tenho sinceramente preguiça de ir procurar aos compêndios) achei  prematuro que a jovem mãe aparecesse assim de repente, com o pequeno a apanhar poluição e aragens e o aspecto de quem estava a fazer um grande esforço para se manter de pé . Não sou especialista na matéria mas dez horas em trabalho de parto não são brincadeira nenhuma. Muito bonita estava ela...nada a apontar.  Quanto à "barriguinha" há aqui dois pontos:

- Muitas mulheres, embora não todas como certas defensoras de que "ser mamã é desculpa para tudo" querem fazer crer, mantêm alguma barriga logo a seguir ao parto. Varia de pessoa para pessoa, mas é normal. E o papel de uma Duquesa, apesar dos vestidos bonitos, etc...não é exactamente ser um ícone de moda (embora isso possa vir por acréscimo) nem fomentar ideais de beleza impossíveis. É fazer o seu trabalho e dar bons exemplos, ponto. Logo, a sua obrigação não seria aparecer esbelta como se nada se tivesse passado. 

- Mas vamos devagar com o politicamente correcto, está bem? Usar uma boa cinta, que segure tudo no lugar, não só se recomenda esteticamente  como é aconselhável em termos de saúde. Para ser franca, fez-me alguma impressão vê-la levantada e com toda aquela zona a notar-se - até o umbigo algo dilatado, o que nunca é bonito de se ver. Um tecido mais espesso, ou um casaquinho solto como usou enquanto esteve de esperanças, teriam dado um ar mais composto. Simplicidade com certeza, mas há que salvaguardar a dignidade que o momento exige. Ou seja, não é que ficar um bocadinho barriguda seja algum sacrilégio, mas também não é preciso exibi-la...just my two cents here.


2 comments:

catrules said...

Eu achei que ela estava lindissima, qualquer mulher estaria de cara inchada, cheia de olheiras, esgotada depois do parto, ate podem dizer que tava maquilhada, mas, mesmo assim, estva linda. agora, se tinha ou nao barriga nao interessa nada, deixem estar que daqui a uns dias está magrissima e elegante novamente.

Cristina Torrão said...

Embora não tenha opinião formada, neste caso, estou inclinada a concordar com a Sissi. A Duquesa de Cambridge faz um esforço enorme para agradar e servir de exemplo. Note-se: eu gosto muito dela e torci muito para que este casamento se realizasse. Mas espero que esse desejo dela não se torne obsessão, que a prejudique psicologicamente (já a magreza que se seguiu ao casamento me preocupou).
Força, Kate! Queremos ver-te saudável e bonita!

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...