Recomenda-se:

Netscope

Monday, July 29, 2013

Mostrar curvas com classe? Dior, Bazaar, Helena Christensen e Sofia Vergara exemplificam.

                                Sofia-Vergara-For-Harpers-Bazaar-August-2013
O regresso já debatido das curvas (mais importante, da figura de ampulheta) às passerelles e editoriais de moda parece estar mais do que confirmado. A figura tradicionalmente feminina - embora conveniente e requintadamente esbelta  - foi ganhando protagonismo aos poucos e impõe-se finalmente, após uma longa ausência (só moderadamente quebrada por silhuetas atléticas, mas pouco cintadas como a de Giselle Bundchen). As top models do passado (Helena, Claudia, Cindy) fazem um regresso esplendoroso do alto dos seus quarenta-que-empalidecem-de-inveja- as -de-vinte. As actrizes (Scarlett, Sofia) são a fonte de inspiração, antes das meninas esquálidas de quatorze anos em cima de saltos de metro e meio. Uma nova geração de modelos como Kate Upton, Lara Stone ou  Emily Ratajkowski (a ruiva bonita do controverso clip de "Blurred Lines") toma de assalto a indústria da moda, a cultura pop e os paradigmas do desejável para homens e mulheres, com toda uma panóplia de imagens arquetípicas: bustos de deusa, cabeleiras esvoaçantes, olhos garços, cinturas mínimas e uma sensualidade natural, viva, glamourosa que destrona finalmente a languidez forçada que vimos nos últimos anos. As curvas de 2013 nada têm a ver com a exaltação algo brutal das formas "rechonchudas" (Beyonce, Rihanna, Shakira) enfiadas em roupas de gosto duvidoso. Esse foi um início, mas um início algo trapalhão, para devolver às formas indubitavelmente femininas o desejado protagonismo. Agora é Vénus ressuscitada, a figura curvilínea e esguia da ninfa que regressa, como Brigitte Bardot, Raquel Welch, embrulhada numa aura chic, dispendiosa, cheia de graça. Sofia Vergara em Dior, para a Bazaar (e ninguém desenha para as curvas como Dior) e Helena Christensen para a Futureclaw demonstram melhor que ninguém, apesar dos rostos frescos, do glamour inocente aliado à inevitável maturidade, essa mistura de naturalidade e sofisticação. Lolitas arrapazadas e mulherões duvidosos, arredem-se: a dança agora é outra. Chegou a vez das mulheres. At last.

                          Sofia-Vergara-Harpers-Bazaar-August-2013-2
                           


                      

                        


                     Sofia-Vergara-Harpers-Bazaar-August-2013-Manolo Blahnik

1 comment:

A Bomboca Mais Gostosa said...

E como têm muito mais graça estas mulheres lindas do que as escanzeladas que durante anos a indústria da moda nos tentou impingir.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...