Recomenda-se:

Netscope

Monday, August 12, 2013

Coisas que só uma verdadeira amiga faz: desancar o Mr. Darcy, ou o Mr. Big.

                   
Se este ano tenho aprendido (ou antes, reforçado) alguma coisa, tem sido o valor da verdadeira amizade. A que vem nos livros, para os bons e maus momentos, que resiste aos solavancos da vida, à distância, aos afazeres e mudanças na existência de cada um, às zangas, às verdades duras que às vezes é preciso dizer para confirmar o estatuto de amigo com A grande. Fui abençoada com amigos do coração de ambos os sexos:
 ouvimo-nos uns aos outros, voamos para onde for preciso para acudirmos às mútuas crises, estamos juntos nas celebrações e nas coisas menos agradáveis. Não há distinção. Mas há um aspecto em que a amizade feminina difere um pouco (para além das óbvias idas a compras e conversas sobre trapos ou maquilhagem): a forma como interagem com os homens na vida das amigas. Uma verdadeira amiga vai ter paciência de Job para suportar intermináveis conversas sobre o Mr. Right (ou Mr. Terribly Wrong). E por nós, até vai ser capaz de o aturar, mesmo que antipatize com ele. Nada ilustra tão bem este exemplo como as amigas de Sex and The City: as meninas sabiam muito bem a peça que Mr. Big era, e cada uma o encarava à sua maneira, não deixando no entanto de apoiar a amiga nas suas escolhas, boas ou más. Ou como diz uma boa e querida amiga minha, "whatever rocks your boat". Se Miranda, mais racional, sempre o viu como um patife - só amolecendo em relação a ele quando Carrie namorou com um homem bem pior - Charlotte, a eterna Pollyanna, torceu pelo relacionamento durante toda a série (e parte dos filmes). A romântica Charlotte conseguia ver o quanto Carrie e Big gostavam um do outro e que, fora os desentendimentos, formavam o casal perfeito. Mas quando Big passou das marcas (se estou recordada, deixando Carrie no altar) ela perdeu a paciência e soltou o verbo: I curse the day you were born!!! Quem faz parte da nossa "família do coração" sairá em nossa defesa como um tigre fêmea. Mesmo contra o homem que sempre acreditou ser perfeito para fazer a amiga feliz. Mas também é capaz de, depois de tudo isso, mudar de ideias outra vez. De alterar a sua opinião as vezes necessárias para ver as pessoas que ama contentes, seja quem for o Mr. escolhido.  Se bem que no caso de Mr. Wrong uma amiga a sério tenha uma frigideira à mão para o expulsar à pazada,não vá o diabo tecê-las. É para isso que os amigos servem: afinal, o nosso Anjo da Guarda precisa de toda a ajuda terrena que pode arranjar.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...