Recomenda-se:

Netscope

Monday, September 9, 2013

George Bernard Shaw, olhe para a Rússia.

                           

Por cá é uma sensaboria; apesar de ninguém me ter perguntado se queria nascer numa República com uma bandeira que não me diz muito (mas um Hino majestoso, não pode ser tudo mau) sou patriota e nunca deixei de visitar as urnas. Mas sinceramente, a julgar por tanto tesourinho deprimente (até já há uma página muito popular sobre o assunto, como devem ter reparado) estou tentada pela primeira vez a não cumprir  meu dever cívico e a dar ouvidos a George Bernard Shaw, que dizia....

                       



No entanto, parece-me que na Rússia o caso está complicado: Alexei Navalny pode ser um pato bravo do piorio, mas tem ar de estrela de cinema. E se as mulheres russas concordarem com George Bernard Shaw e forem superficiais para escolher pelos lindos olhos (o perfil de blogger, activista e justiceiro também deve contar pontos para as mais impressionáveis)  não precisam de sair de casa para lhe garantir uma vitória esmagadora. Até o nome do cavalheiro é glamouroso, nem parece nome de gente,  nota bene: A-le-xei Na-val-ny. Podia inventar-se um jingle com isso. 

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...