Recomenda-se:

Netscope

Friday, October 4, 2013

A sério, Lanvin? A sério?


                                    Kanye West y Kim Kardashian
O que é que vos vem à cabeça quando se fala em Lanvin, Céline ou Balenciaga? A mim acodem-me imediatamente ideias de luxo discreto, corte irrepreensível e delicadeza, pesem embora as ousadias desta última em tempos mais recentes - que evocam a maestria de Cristobal numa linguagem para o século XXI. E Givenchy? Podemos pensar na griffe sem a associar imediatamente à tia Audrey Hepburn? Dificilmente. Estão entre as minhas Casas preferidas - pela tradição, pela sofisticação, a lenda, a patine. Usando as suas peças, sentimo-nos transportadas para uma época em que o requinte tinha um significado mais restrito. Não são, portanto, o tipo de marca que esperamos ver associada aos "novos consumidores"  - os patos bravos deste mundo, paladinos da ostentação, dos tablóides e de um aspecto...bom, menos polido. Pois bem, puristas da moda, desiludamo-nos.
 Estas e outras maisons, como Martin Margiela, atropelaram-se para felicitar...Kim Kardashian e Kanye West pelo nascimento do seu pequeno (North de sua graça - típico nome de celebrity, pois) enviando-lhes roupinhas. Estou como o outro: não sei se diga, não se faça...
 Está certo que Kanye West é, ou foi, um dos poucos rappers apresentáveis; que andava por aí a luzir um estilo preppy pouco comum entre os seus colegas, e que Kim Kardashian, muito raramente, até acerta com os vestidos para a sua figura - quando foge de bandage dresses, malhas e botins pelo tornozelo. Mas primo, não me parecem figuras apetecíveis para o posicionamento de nomes com tantos pergaminhos; nunca mais olharei para a Lanvin da mesma maneira nem me sentirei tão bem pensando que aquela peça statement e rara também é usada por Kim Kardashian. Ou pior, que a marca faz gala disso. Lá que não possa evitar que as Kims deste mundo comprem as suas roupas é uma coisa, mas fazer disso bandeira já é ser mercenário.
 Secondo, quer-me parecer que o casamento não fez bem nem a um nem a outro: a imagem acima é um exemplo de tudo o que não está correcto. Se a Balenciaga faz questão de que as suas clientes se vistam como bonecas de feira, se o caminho é esse...I´m outta here


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...