Recomenda-se:

Netscope

Friday, October 25, 2013

Bem dizia o meu paizinho lá em Saboia que isto era corte de loucos...*

                          
O meu irmão, que por influência de andar por terras raianas, cada vez mais dá voz ao 1/5 de sangue espanhol que nos gira nas veias, vira-se para mim e sugere que eu veja Volver, de Almodóvar (que aliás já devia ter visto, mas pronto) e que eu (reparem bem no motivo) ia gostar porque trata de um pueblo onde ninguém joga com o baralho todo, não toma as gotas, não fecha bem a tampa, enfim, uma terra de gente doida. 

Aparentemente no filme a culpa é dos ventos que por lá sopram. Por aqui, continuo a achar que a culpa é do Ano da Serpente: o horóscopo chinês bem avisou, mas eu achei que tinha fechado o inventário de pessoas admitidas antes de Fevereiro, logo estava a salvo. Erro crasso. 

 Já não sei se se trata de ter um íman para gente rara escondido algures, se por influência dos astros as pessoas resolvem entornar os feijões e revelar até que ponto são doidas todas ao mesmo tempo. O que eu sei é que tem sido uma limpeza, que não se aturam bichos feios nem gente de pouco juízo a pôr o pé em seara alheia, mas eles teimam em dar um ar da sua graça por mais cautelas que haja. Pela última vez, isto não é o Hospício da Misericórdia. E o vento não é desculpa, nem a falta de medicação, nem os traumas, nem os complexos. Ay, caramba.



* Frase de D.Mafalda, mulher de D. AFonso Henriques, no delicioso "A Espada do Rei Afonso".


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...