Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, October 23, 2013

Bitchcraft.

                       
O Halloween está quase, quase aí - uma excelente ocasião para soltar a bruxa que existe em cada mulher, sendo certo que se algumas são sedutoras Morganas, outras se parecem mais com a bruxa da Branca de Neve embora dotadas de pouquíssimo miolo (sim, porque a da Branca de Neve era uma linda e esperta mulher disfarçada).

 Ocultismo ou ideias matriarcais à parte, que o que é justo é justo, creio que essa questão da bruxa em cada mulher tem muito de verdade...e várias aplicações. 

Quando um rapaz gosta de uma rapariga e por qualquer razão não lhe dá jeito admiti-lo, queixa-se de que ela o enfeitiçou. Por vezes também o dizem de forma elogiosa, o que é fofo, mas tenho-o ouvido muito a cavalheiros zangados, em pleno romance de faca e alguidar.

 Se uma mulher desperta o ciúme num homem (principalmente se o rival for mais bem sucedido do que ele) zás, é uma bruxa interesseira tal como na canção dos Orishas (abaixo) por mais independente e orgulhosa que seja na realidade. 

Caso tenha dois dedos de dignidade e não esteja para aturar abusos e desmandos ai que é uma bisca, que bruxa, que mau feitio, Cruz Credo - nem que seja um doce de pessoa que se fartou de tanto disparate.

 E se decide pagar as partidas na mesma moeda, jogando com quem tanto gosta de jogar, agindo como eles tanto gostam de agir, enganando com a verdade quem gosta de contar mentiras, etc e tal...bom, aí os senhores já não acusam a outra metade de witchcraft, mas de bitchcraft, para não ser mais explicita. Sabem que mais? Every woman a witch. E tudo o resto, quando perde a paciência. 

Mas bruxas, bruxas a sério, das medonhas, são as mulheres da luta: já sabem, aquelas raparigas sem graça, humildes, solícitas, inofensivas, sempre prontas a elogiar e a facilitar, que fazem tudo, "lutam por eles" (frase deprimente a pontos de dar náusea) dizem que sim a tudo, que estão sempre prontas e se prestam a tudo até conseguirem caçar um diabo que as carregue.

 Assim que se apanham seguras, soltam a bruxa má dentro delas e fazem pagar bem cara a factura da resignação e da graxa - condenando o rapaz  prudente, aliás cobardolas, armado em Sir Gawain ao contrário, que queria a segurança de uma mulher que ninguém cobiça, à condenação eterna de ter ao lado uma bruxa feia por dentro e por fora, de noite e de dia.
 Dá-nos mesmo jeito que os Autos-de-Fé tenham acabado. 


Eres una interesá, bruuuta. 
Mentirosa y arrastrá. Bruuuta 
Eres una interesá. Tu cara dura, tu cara dura, bruja 
Mentirosa y arrastrá. Tu cara dura, tu cara dura, bruja 





No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...