Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, November 6, 2013

Guess girls: beleza é fundamental, já dizia o outro.‏


Por muito refrescante que seja ver manequins ou it girls "interessantes à vista" , "andróginas"ou "exóticas" como Cara Delevigne, Lindsey Wixson ou Saskia de Brauw, só para nomear algumas... por vezes a beleza convencional, comercial, certinha, sensual, a beleza sem mistérios que seduz os homens e causa admiração nas mulheres, faz muita falta. Em toda a parte - e particularmente nas campanhas de grandes Casas ou marcas de moda. Tudo é cíclico e o "ugly pretty" ou "interesting looking" que tem vigorado ao longo da década, sempre, cansa. A beleza clássica volta não só às campanhas convencionais, mas também às esferas mais restritas da indústria, numa piscadela de olho a tempos idos. Prova disso é o regresso das curvas, o regresso do sorriso aos editoriais e a volta à ribalta das top models dos anos 80/90.
Sendo certo que a  beleza é relativa e não tem (nem precisa) de ser perfeita, o consumidor (e o entendido) têm sede de contemplar formas estatuescas, estruturas ósseas bonitas, lábios cheios, maçãs do rosto altas, cabelos sedosos, olhos felinos, atitudes femininas. Sem imagens agressivas, sem poses arrapazadas nem exageradamente sexualizadas, sem esquisitices, sem heroin chic: Deusas.

 E a Guess sabe disso, tanto que nunca se rendeu por aí além ao we´re too cool to be pretty. As campanhas com Priyanka Chopra (31 anos, ex Miss India, estrela de Bollywood) e Claudia Schiffer (que não parece ter envelhecido um dia que seja 20 anos depois do seu primeiro contrato com a Guess) mostram que o imaginário a que a marca nos habituou está vivo e de boa saúde: remetendo para os anos 50 e 60 quando Sophia Loren, Gina Lollobrigida, Claudia Cardinale, Marylin Monroe e Brigitte Bardot davam as cartas e conciliavam todos os quadrantes (e necessidades) da estética. Quando ou se era bonita, ou se fazia tudo por ser, ou...nada.

1 comment:

Inês Maria Rocha Gonçalves Moura de Sousa said...

Apoiado Sissi, viva a beleza clássica. Estou cansada de imagens assexuadas e andróginas e de pãezinhos sem sal.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...