Recomenda-se:

Netscope

Monday, December 9, 2013

Verdade do dia: as sonsas são as piores.

               

E os sonsos também, já que os há para aí aos montes. Mas como certos cavalheiros são especialmente crédulos quando lhes dizem o que querem ouvir, acho que o ditado popular acaba por ser intemporal. Basta olhar para as telenovelas: a "boazinha" é quase sempre pobrezinha, humilde, sem graça, sem sal. A vilã é por norma sofisticada, bem vestida, elegante, altiva e não esconde o seu lado menos bonitinho. 

Como sou uma rapariga watch you see is what you get, gostam -ou- não -gostam- temos pena e consigo perceber a hipocrisia barata a quilómetros, se há coisa que nunca me caiu bem é a mania que a sociedade tem de confundir...

...humildade...com falsa modéstia (e uma boa dose de rusticidade, miserabilismo, servilismo...)

...elogio/admiração...com bajulação interesseira ( normalmente é fácil: se vem de uma pessoa que não interessa nem ao Menino Jesus, não é um elogio que valha a pena guardar)

...solicitude... com segundas intenções (quem está sempre disponível e diz que sim a tudo, tem alguma na manga)

- galanteio... com desespero (se alguém dá graxa a tudo o que mexe, se se oferece claramente...por favor!)

...carinho... com desespero ( pessoas peganhentas são como os pega monstros: colam-se à primeira superfície disponível, seja uma parede ou uma retrete, percebem a ideia? É que como ninguém lhes liga nenhuma, um sorriso basta para meterem ideias na cabeça. Dali a terem um stalker à porta são dois passos)

...caridade... com necessidade de atenção.

...cultura e espírito... com uma forma pseudo-intelectualoide de estar.

...falta de beleza... com inteligência (não, as duas não andam necessariamente  juntas).

...falta de sofisticação...com "ser genuíno" (na maioria das vezes, é mesmo uma questão de pouco ou nenhum verniz...)

...ausência de sentido de estilo... com autenticidade.

...atrevimento.... com desenvoltura.

...mau gosto e ausência de moral com... "eu não meço as pessoas pela forma como se vestem": há que sê-lo e parecê-lo. Se alguém não quer parecer uma stripper (ou parecer que acompanha uma) é só não se apresentar com/como tal. E se não tem a noção do que parece...é porque se sente bem no papelão. Tudo dito.

Visto isto, as pessoas que não usam de falsidade,que  têm estilo, que são frontais mesmo quando não são muito simpáticas e que dizem a primeira coisa que lhes vem à cabeça é que são as vilãs? Por essa ordem de ideias, evil is cool. Só pode.







No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...