Recomenda-se:

Netscope

Monday, January 20, 2014

É um sapateiro de luxo à portuguesa, com certeza.

                      Sapateiro de luxo em Nova Iorque
Já vos tenho contado que não passo sem um sapateiro dos bons, desses à moda antiga que não só substituem capas como pregam alças de carteiras, fazem alterações, acrescentam fivelas, cosem couro, forram o que for preciso, aumentam ou reduzem sapatos e sabem todos os truques para remediar as hipotéticas desgraças que possam suceder com o meu adorado calçado ou marroquinaria. 

Infelizmente, esses milagreiros vão rareando e os melhores escondem-se em lojinhas recônditas da Baixa com um horário cada vez mais impossível. Raramente aparece um sapateiro de arranjos rápidos, desses de shopping, que seja capaz das mesmas proezas.

  Carlos Mesquita, empresário português que aprendeu muito cedo (com o pai, mestre de confecção) "o gosto pelas coisas bem feitas" interiorizou essa tradição portuguesa (que infelizmente se vai perdendo) da qualidade feita para durar. E decidiu oferecer esse serviço aos americanos. 

 Depressa percebeu, porém, que teria de apontar para o topo: por lá, instalou-se mais cedo do que cá o hábito de usar e deitar fora os sapatos. Só os mais abastados, que investiam em marcas e materiais realmente bons, tinham interesse em conservar/adaptar o calçado, as carteiras e as malas. Por outro lado, esse público alvo dificilmente condescendia frequentar uma oficina comum.  Se queria ter sucesso, era necessário trabalhar para connoisseurs. Foi o que fez: criou a Leather Spa, instalou-se com requinte à moda antiga entre a Quinta e a Sexta Avenida e hoje a clientela do "shoe doctor" compõe-se da melhor sociedade Nova Iorquina e de celebridades, que não confiam em mais ninguém para consertar ou personalizar os seus Fendi, Gucci, Ferragamo and the like (como os compreendo!). 

Só tenho pena que para já, não exista um Leather Spa em Portugal. Três semanas de espera eram capazes de testar os meus nervos, mas o preço médio dos serviços (40 dólares) parece-me justo por um serviço atencioso e para não ficar à beira de um chilique a pensar no que pode acontecer enquanto os meus preciosos e insubstituíveis sapatinhos voltam e não voltam do "consultório".




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...