Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, January 1, 2014

O 1º dia de um novo ano...

                  

...é sempre modorrento - excepção feita aos sortudos (ou maluquinhos de serviço) que tenham planeado algo extraordinariamente divertido num lugar excepcional, e ainda sintam pedalada para festejar depois de tanta correria. Para alguns é de ressaca, para outros de preguiça, as ruas ficam desertas porque graças aos céus as lojas ainda são mantidas por seres humanos que precisam de descanso, quando eu era pequena era o dia de visitar familiares na vila dos vetustos antepassados e levar os brinquedos novos para brincar com os primos. Noutras ocasiões, ia-se à neve visitar amigos lá para a Beira Alta, sendo quase certo que não havia neve para ninguém porque era um Deus nos acuda com tanta gente a 
acotovelar-se para escorregar monte abaixo em trenós improvisados e lá em casa nunca gostámos muito de confusões. Não sei se é uma página em branco num livro de 365 dias. Não gosto da responsabilidade. Será mais um vaso vazio para se colocar coisas lá dentro, e eu não gosto muito de surpresas mas desta feita também não estou para planear. Às tantas o ano começou zen e eu não dei por nada - deixá-lo, ou como dia a avó, amanhã Deus dará.

1 comment:

Paula said...

Por aqui também foi assim: preguiça a rodos...
Bom Ano!
vidademulheraos40.blogspot.com.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...