Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, March 11, 2014

Onde está o botão off?


Há datas que eu, a rapariga-que-não-gosta-de-efemérides, preferia esquecer. Gostava de não ter tão boa memória - e que ao menos a minha mente não trabalhasse como um ábaco, arrumando a má lembrança para uma gaveta enquanto calcula furiosamente e em simultâneo onde vai encaixar a próxima reunião, como vai fazer para meter tanta coisa dentro de um Sábado, resolver aquela questão maçadora e a toilette para aquele jantar ou aquela festa que apareceu do nada para me atafulhar a agenda, fora o resto que anda para ser feito. Era bom que os pensamentos nos dessem um descanso, que houvesse um botão off para isso, vulgo "desapareçam, vozinhas e imagens interiores; não consigo lidar convosco agora". Porque depois ainda aparecem os de fora, com as vozes interiores deles a abarrotar e a passar para cá para fora e a descontar em quem está. E acabamos todos a gerir as confusões exteriores de todos. Tragam a roca e o fuso, se faz favor. 

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...