Recomenda-se:

Netscope

Saturday, May 31, 2014

A União Europeia está doida - deixem o Chanel nº5 em paz!!!!

Marilyn, venha cá abaixo ver isto!


Isto não me surpreende nem um bocadinho porque não confio lá muito na União Europeia. Uma entidade que manda em nós como se fosse na sua casa, que proíbe galheteiros, colheres de pau e tem não sei quantos pesos e medidas para aplicar conforme lhe dá jeito , uma organização supostamente importante que se ocupa, enfim, de cordilhices, não conquista a minha simpatia.

 E agora o ridículo assumiu contornos ainda mais disparatados, estilo Cem Anos de Solidão. É incrível a atenção que dedicam a limitar pequenas liberdades individuais, a coisas insignificantes, em vez de procurar medidas que melhorem de facto a vida das pessoas. Sempre me quis parecer - e eu não sou de andar a reparar nos "tachos" alheios - que "ir para Bruxelas" significa muitas vezes um dolce far niente para políticos- que -não- sabem- fazer nenhum -e -precisam -de- um -tachinho- decorativo, mas agora estou convencida.

Algum desocupado que não gosta de Chanel nº5 se lembrou de arranjar a desculpa perfeita para mandar alterar a fórmula - e hoje em dia, nesta era de papalvismo generalizado, basta dizer que a receita tem não sei quê que "faz mal à saúde" para entrar tudo em histeria.

 Atrás do Chanel nº5 (que é um clássico, mas até passo bem sem ele) virão outros porque, imaginem...fazem alergia! Não se descobriu que provocam alguma macacoa mortal. Ou que estão associados ao desenvolvimento de alguma doença séria. A preocupação da UE é não fazer espirrar as pessoas, porque na Europa moderninha e politicamente correcta nem espirrar se pode.

 Sempre houve pessoas alérgicas a  perfumes, assim como sempre houve quem tolere mal o sal e quem não possa comer tanto açúcar porque engorda com  facilidade; mas nestes dias do fim do mundo, se um não pode, proíbe-se para que ninguém se sinta melindrado nem discriminado.

 Estes iluminados (não confundir com os Iluminati, que vêm sempre à baila em qualquer conspiração mas a ser verdade, terão coisas com mais pés e cabeça com que se ocupar, acho) querem ainda alterar as embalagens dos perfumes, para que pareçam caixas de medicamentos. Um luxo...

 Claro que as marcas estão preocupadas.

«“O Chanel 5 nunca fez mal a ninguém. Estas directivas serão a morte dos perfumes”, disse à AFP Sylvie Jourdet, da Associação Francesa de Perfumes, considerando também que toda a gente sabe que os ingredientes naturais estão associados a alergias.»

 A mim, mais do que a alteração dos aromas, irrita-me o ataque a coisinhas insignificantes, a futilidade de tais ideias. Faltinha do que fazer, much?


2 comments:

Sandra Marques de Paiva said...

Não sabia disso, mas por mim podem mesmo banir o perfume que o cheiro dele não se aguenta, pior que spray mata moscas. Blhec!

Imperatriz Sissi said...

É um pouco forte, sim...mas o pior é que a maior parte dos perfumes sofrerá alterações- ou antes, sofrerá AINDA mais alterações. Muitos já não são o que eram.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...