Recomenda-se:

Netscope

Thursday, May 1, 2014

Look at the flowers, look at the flowers.


Ontem lembrei o conselho do Imperador Aurélio: não nos amofinemos por nada. Mas hoje repito um que funciona comigo. Sabem na série The Walking Dead, quando aquela menina pírulas começava a alucinar e toda a gente lhe dizia "olha para as flores, olha para as flores" a ver se ela se acalmava?
 Pois bem, perante coisas que vos façam aquela urticária insuportável, pessoas que não partilham as vossas aversões - logo, nem vale a pena conversar -e outras situações chatas e incompreensíveis, o melhor é olhar para as flores. Fixar os olhos, olhar para as flores como se não houvesse amanhã até que tudo fique sereno outra vez.
 Quem diz olhar para as flores diz pensar fixamente noutra coisa (naquela pessoa especial, em roupa e sapatos griffé, no vosso gato, no vosso santo de devoção).
 Pode ser uma parvoíce qualquer, importa é afastar o pensamento de tanto disparate, tirar os pés do lodo, mudar a frequência, canalizar a energia noutra direcção nem que seja à força, transportar-se a um sítio (ou memória, ou desejo, ou tolice) feliz. É um lugar comum, mas resulta.

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...