Recomenda-se:

Netscope

Saturday, May 17, 2014

Mais um "sexismo" de morrer a rir.

Miss Belle e Miss Best, personagens de Enid Blyton, iam fartar-se de rir com esta novidade.

Dizia eu ontem que as feministas desocupadas andam ainda mais desocupadas e fora da graça de Deus do que o costume, porque não desistem de inventar tolices novas e de embirrar com ninharias que não lembram a ninguém. 
 Mas como o disparate é uma daquelas coisas que não têm limites, agora lembraram-se de mais uma: supostamente, no Reino Unido, tratar as professoras por "Miss" (o delicado equivalente ao nosso "menina") diminui as mulheres, já que os professores são tratados por "Sir" - uma designação viril, poderosa e dominadora.

Sir remete para os cavaleiros matadores de dragões, Miss para as indefesas donzelas salvas por eles - e claro, os papéis de género tradicionais são veneno para mentes destas.

  Mas esperem, também não lhes serve substituir o juvenil (ou próprio de uma solteirona de Dickens)  "Miss" por "Ma´am" - que é considerado "arcaico" e actualmente reservado quase exclusivamente para Sua Majestade a Rainha (ao contrário do que acontece em certas zonas dos EUA, onde "madam" ainda é um tratamento habitual). 

  E depois, como por lá o "Sr (a) Professor (a)", ou o muito coloquial "setôr (a)" não se usa, resta-lhes dirigir-se aos docentes informalmente pelo nome próprio - como se faz na Holanda, por exemplo - o que lhes parece desrespeitoso demais. Ou seja, arranjaram um novelo que não sabem  como desembrulhar.

 A vida já tem tantas confusões graves que é preciso resolver, será imperativo desencantar mais uma?

  Quem levanta lebres destas deve ter um quotidiano mesmo entediante, só pode.

2 comments:

Inês Sousa said...

Se não têm nada de útil em que se ocupar eu convido-as lá para casa onde lhes arranjava tanto serviço para fazer que queriam logo voltar a ser umas donzelas indefesas.
Acho sempre um piadão às mulheres que tentam a todo o custo ser iguaizinhas aos homens. Fico sempre a pensar que só pode ter sido um erro nos cromossomas. Deviam ter ficado XY mas calhou-lhes o XX e foi aí que tudo começou. Continua mesmo a ser muito complicado aceitar que são dois seres diferentes - nem uns são mais nem outros são menos - são diferentes e que é assim que é suposto ser.

Imperatriz Sissi said...

Nem mais. É que dão razão à boca " vá mas é coser meias".

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...