Recomenda-se:

Netscope

Monday, May 26, 2014

Mais uma descoberta sobre o maravilhoso mundo masculino.

Bottega Veneta 2010

Não sei quanto às meninas e senhoras que por aqui passam, mas eu sempre dei graças aos Céus por ter nascido rapariga. 
 Certo, ser mulher terá as suas limitações - ainda vivemos num mundo de homens e lá lá lá, por muito mal que caia dizer isto - mas francamente, não gostaria de estar na pele deles. 

   Coitados, nunca conheceram outra coisa e por isso não estranham, mas além das pressões para cumprir  os papéis de género, que são tão más ou piores que as nossas, imaginem a maçada: o guarda roupa deles, por muito bonito que seja, é mais limitado (bom, convém que sim; não consigo achar graça a um cavalheiro de blazer às florzinhas); a roupa interior masculina não parece nada confortável; não podem maquilhar-se a não ser que sejam vocalistas numa banda gótica ou se o fazem na tentativa de esconder umas olheiras, fica no mínimo esquisito; e se esticarem o cabelo (porque nasceram com uma trunfa que não se mantém penteada de outra forma) tem de ser em segredo, para evitar piadinhas.

  No entanto, hoje fiz uma descoberta sensacional: uma mulher julga que sabe tudo o que há para saber sobre sapatos, que até às escuras consegue distinguir um da Gucci de um da Zara, que conhece os seus pares de cor e salteado...mas nada disso é verdade. 
 Minhas caras, nenhuma de nós pode chamar-se especialista até se aventurar a organizar o closet de um cavalheiro. De um cavalheiro com gostos clássicos, bem entendido, porque arrumar e catalogar ténis às cores deve ser canja.
 Experimentem agora fazer isso com não sei quantos pares, todos parecidos como gotas de água, de sapatos de vela, loafers, Oxford Shoes, mocassins e sapatos formais. Mesmo que conheçam alguma coisa do assunto, é um verdadeiro quebra cabeças. Não sei para que querem tantos se todos se parecem, nem sonhava que podia haver tantas subtilezas de uns sapatos de luva para os outros.
 É um milagre que os homens não saiam à rua com um pé de cada nação várias vezes por semana, só vos digo isto...

2 comments:

Sérgio S said...

Como diria um grande intelectual "nada como ter uma coleção de fatos todos iguais para não se perder tempo a escolher qual usar". Eu sou um pouco desta onda de pensamento. Ainda agora vim de um restaurante assim mais chique, e quando estava a meio do jantar reparei numa coisa: era a única pessoa do restaurante de calças de ganga e ténis... Depois ainda pensei: "nem sei como me deixaram entrar... quer dizer, sei, a sala está quase vazia..." (não que eu costume andar de ténis no dia a dia, apenas hoje que me doem especialmente os pés não me apeteceu sair à rua de sapatos). Em relação à maquilhagem... woot?... Isso existe para gajo?...

Imperatriz Sissi said...

ejeh Sérgio, é sensato ter várias peças do mesmo género- eu também o faço- mas se forem todas da mesma cor ou há muita organização ou então...

Quanto à maquilhagem não estou certa se existe especificamente para homem (houve uma linha há uns anos mas creio que não pegou, e ia jurar que recentemente vi um hidratante com cor numa marca masculina) mas há homens que usam (o Cristianinho, por exemplo) para disfarçar acne, ou porque a sua profissão assim o exige (apresentadores de TV, etc).
Lembro-me de me impingirem uma formação a que todos os colegas foram obrigados a assistir, e o formador recomendava que se usasse para não se notar o rubor na cara ao falar em público...ele próprio usava...e eu pensei cá para mim "este senhor devia era ir tirar um curso de maquilhagem" porque se notava à légua...ainda estive para o ensinar mas depois não me apeteceu...:p

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...