Recomenda-se:

Netscope

Tuesday, June 24, 2014

As coisas que eu ouço: presunção e água benta.



Ouvido ontem nas notícias, a uma cantora (que a boa educação não me permite apontar aqui) sobre o seu último álbum:

 "É um disco de conversas entre mim mesma"

Volte Lili Caneças que está perdoada: ao menos não se faz de esperta e quando disse a frase que a celebrizou estava numa festa; já se sabe que enfim, numa situação dessas copo vem, copo vai e quando se vai a ver mais vale abster-se de discursos, acontece às melhores.
 Uma coisa é dizer abobrices depois de umas flutes, outra é dar uma entrevista a querer parecer muito pseudo intelectual, muito hipster, muito cool, muito intimista, muito alternativa, muito diva com asas por todo o lado, a fazer conversa de chacha com palavras caras que não adiantam coisa nenhuma a quem quer perceber de que disco se trata e ainda dar pontapés no português.

  Se há coisa que me tira do sério é a pose "ai que eu sou tão profunda" e o estilo Acaciano de falar, falar, falar, para não dizer coisa nenhuma. Isto tudo acompanhado de um visual entre a comunista de carteirinha e a rockabilly do Chiado, género "eu cá não preciso de ser bonita porque sou muito inteligente, mas até me pinto para parecer retro". Ora pense outra vez e vá ler a gramática, sua cabeça tonta. 

 Como se dizer que um disco são conversas com os seus botões não fosse um cliché parvo que chegasse, nem sequer lhe ocorreu dizer que a conversa era com os botões, ou o fecho éclair, consigo própria, ou a falar para as paredes? Sempre se livrava da argolada.

 Pior só uma entrevista que apanhei há dias (isto é para eu aprender a manter a televisão desligada) em que a Lena D´Água discursava com "ya" e "tá-se" num estilo que não há passado rock&roll que desculpe...

 O mais giro foi ver a seguir uma banda estrangeira, ao que parece com alguma reputação internacional, a falar também do seu novo disco com a maior simplicidade: tivemos uma trabalheira, compusemos uma data de canções e escolhemos estas dez, etc.

 Ser poseur é realmente uma tristeza. Isto sim...são peneiras.


1 comment:

Ulisses L said...

...e eu tenho lidado com tantos "posers" ao longo dos anos...

:)

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...