Recomenda-se:

Netscope

Saturday, June 14, 2014

Quatro beldades portuguesas.


Uma vez que em tempo de Mundial de futebol se exaltam os zelos patrióticos - sempre é melhor que nada, vá- eu que não percebo nadinha, nadinha de bola também quero contribuir com alguma coisa.
 E lembrei-me de quatro belezas lusas que fizeram furor na sua época...mulheres com um glamour que já não se faz e que além de tudo sabiam ser sexy com classe. Se muitas apresentadoras, modelos e actrizes do nosso país pusessem os olhos nisto, o garbo e o panorama seriam bem diferentes.

China Machado



Nascida Noelie Dasouza Machado em Xangai (1928) filha de pai macaense e mãe chinesa, teve uma educação esmerada. Aos 19 anos apaixonou-se pelo famoso toureiro Luìs Miguel Dominguín, com quem fugiu para Roma. Ironicamente, o matador acabaria por trocá-la por Ava Gardner, de quem China era uma grande fã.
 O desgosto acabaria por se revelar um golpe de sorte: China mudou-se para Paris, onde foi, quase por acaso, descoberta por Givenchy, tornando-se rapidamente numa das modelos residentes desta Casa. Seguiram-se Dior e Balenciaga - um sucesso que tornou China a modelo mais bem paga da Europa.
 Em 1959 a sua grande amiga e mentora, Diana Vreeland (que considerava China "a mulher mais bonita do mundo") colocou-a na capa da Harper´s Bazaar, abrindo caminho para gerações de modelos "étnicas". Mais tarde, a manequim faria carreira nesta mesma publicação, como editora e directora de moda.
 Esporadicamente, China continua a participar em produções...e nos seus oitentas, mantém-se lindíssima.


Teresa Casal


O Costa do Castelo é um dos meus filmes portugueses preferidos e sempre me fascinou a intérprete alta e loira da caprichosa Isabelinha de Castelar. Teresa Casal nasceu em 1915, e antes de ser actriz foi cantora e cabeleireira.
 Por influência do marido, o actor e realizador Arthur Duarte, entrou em vários filmes, como Os Fidalgos da Casa Mourisca, e visitou Hollywood.
  Nos anos 50, porém, a bonita actriz divorciou-se e passou a viver em Barcelona, retirando-se da vida pública.

Laura Alves


Sabem aquelas compras que nos arrependemos de não ter feito? Uma das minhas foi um álbum de retratos de Laura Alves, cada um mais impressionante que o outro, autografado pela actriz...que valia só pelas imagens dos vestidos que usava.
 Deixei-o escapar num mercado de antiguidades e lamento o facto até hoje, até porque não sei como, existem na internet poucas fotografias que façam justiça a uma das nossas mais belas e populares actrizes.
 Lisboeta de gema, nasceu em 1921, frequentou o Conservatório de dança e foi reconhecida pela sua versatilidade - cinema, teatro, comédia, drama...
 Pessoalmente, adorei vê-la em O Primo Basílio. Linda!

Milu

Com uma cara preciosa - sempre me pareceu que passaria bem por irmã mais nova e mais franzina de Sophia Loren- e uma silhueta imaculada, Milu chegou a ser convidada para trabalhar em Hollywood. Teve medo e recusou, um passo de que dizia ter-se arrependido. 
 Maria de Lourdes de Almeida começou a cantar na rádio aos 10 anos e teve um percurso brilhante na época dourada do cinema português, fazendo ainda sucesso em Espanha.
 A sua beleza serena e fotogenia consagraram-na como a primeira grande vedeta do cinema em Portugal.  Eu diria que ainda não temos substituta à altura, mas não sou especialista...

2 comments:

Sérgio S said...

Milu é tão fofinha. Aqui: A minha casinha

Inês Sousa said...

De facto todas elas possuidoras de uma beleza intemporal cada uma no seu estilo.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...