Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, August 20, 2014

5 erros de Verão a não cometer.

Yvonne De Carlo


1- Abusar da maquilhagem, principalmente durante o dia. Há quem se encha de base demasiado espessa (o que é um faux pas desnecessário todo o ano, mas pior nesta altura) e quem não resista a fazer maquilhagens de olhos muito elaboradas, por exemplo. É tempo perdido porque com o calor vai desvanecer-se, entupir os poros, pesar e pior, derreter. Texturas leves (como o BB Cream ou o pó) são melhor do que as cremosas ou brilhantes e com o sol, convém deixar a pele descansar um bocadinho. 

2- Abusar da maquilhagem e esquecer o protector solar, pensando "hoje não vou à praia". Sei que custa pôr *mais uma* coisa no rosto, mas muitos cremes coloridos e bases já têm factor de protecção 15, pelo menos. Vale ter esse cuidado para não lamentar mais tarde manchas que custam muito a tirar.

3 - Ficar super emocional e fazer disparates: só porque é Verão e é suposto o amor andar no ar, não vá dar troco a quem não merece, perdoar o imperdoável, baixar os seus padrões, facilitar, enfim, fazer tonterias. Nos tempos do liceu isso ainda se desculpa, depois de adulta não. O que não se resolveu antes da silly season fica para a reentré, que vai bem a tempo se valer a pena. 

4- Usar aqueles bikinis ou fatos de banho tão glamourosos com correntinhas de metal...e apanhar uma valente queimadura. Ainda estou para descobrir a utilidade desses modelos à 007, mas recomenda-se que sejam utilizados para um mergulho rápido na piscina...e à sombra.
 O mesmo vale para quem usa jóias na praia. Para quê, senhoras? Entre o risco de ficar sem elas, as areias a roçar no metal e o que foi dito atrás é tudo má ideia, sem contar que é uma possidonice.

5- Não largar as skinny jeans, jeggings e todas as calças extra justas. O melhor é deixá-las para o Outono e aproveitar enquanto se pode as peças mais leves que não poderá vestir depois como os vestidos maxi, as calças largas de linho, etc. Mas se não passa mesmo sem essa silhueta (afinal, dá jeito quando estamos com falta de imaginação, basta atirar uma camisa masculina por cima e uns saltos altos e já está) existem versões mais finas e frescas, que não estrangulam a circulação. Estou para compreender como algumas pessoas aguentam o tecido a picar, arranhar e apertar...o que aperta segura, lá diz o povo, mas não abusemos.


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...