Recomenda-se:

Netscope

Saturday, August 9, 2014

As coisas que eu ouço: redondinha e com orgulho.


Ouvido hoje no mercado ( acho que todos as bloggers deviam visitar feiras e mercados; arranja-se belíssimo material se mantivermos as orelhas arrebitadas).
  Uma senhora redonda como uma bola, sentadita na sua banca,  descrevia o "lindo vestido sem costas e cheio de folhos" que levou ao casório da filha. 
 Não tenho nada contra a autoconfiança alheia - more power to you, minha senhora - mas aquilo era muito disparate junto numa frase: Misericódia, as costas da pobre mulher davam para passar lençóis a ferro ou para rebater toda a maledicência de quantas comadres há; depois, um casamento NÃO é o local certo para levar uma fatiota assim tão descascada, principalmente a mãe da noiva que ainda por cima já não ia para nova. Tantos vestidos bonitos que uma senhora gordinha pode usar sem escândalo e dá-lhes para isto....

 Vi qualquer coisa que me interessava mais adiante e segui. Dali a nada passei por lá de novo, que nestas coisas dá-se sempre voltas, e a senhora lá continuava com a sua t-shirt de cava americana e leggings, desta feita a  debater petiscos e receitas, tão ingénua e tão contente que não parecia precisar da ajuda de uma stylist rigorosa, ou de um nutricionista capaz, ou de um personal trainer para rigorosamente nada.

 Then again, cada um é feliz à sua maneira. Por vezes penso cá com os meus botões que se a ignorância é uma bênção, a sem noção (da harmonia estética, pelo menos) não o será também...

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...