Recomenda-se:

Netscope

Friday, August 15, 2014

Há gente que só pode ter feito muita gazeta à Catequese (ou de como os últimos serão os primeiros)




E se não foi gazeteiro, andou lá a brincar, a namoriscar com o colega de carteira ou a moer a paciência à Catequista e ao Senhor Prior -  porque fixar o básico dos básicos, viste-o

Isto vale para o Católico-que-se-fez-ateu e para certo beatério que tenho encontrado, que gente malcriada há-a em toda a parte e infelizmente a Religião (como a instrução, de resto) não é cura para a faltinha de chá.

 Tenho dito várias vezes que o Bom Livro está recheado de máximas que não se limitam ao campo espiritual: dizem respeito ao saber estar, à polidez, ao bom senso...e às boas maneiras.

 Como, enfim, vivemos numa cultura judaico-cristã e num país Católico, é natural (ou expectável) que qualquer alminha, por pouco praticante que seja, tenha numa altura ou noutra absorvido alguns princípios simples.

 Ora, se há coisa que distingue as pessoas bem formadas das outras que se armam em muito santinhas, muito intelectuais, muito finórias e muito solícitas (Cristo!) é o desprendimento, a modéstia, a humildade elegante de não se considerar uma grande pessoa.

 Quem conhece o seu lugar (e sabe manter-se nele) dificilmente passa a vergonhaça de ser posto no sítio. Ou de ser posto em sentido, que vai dar ao mesmo.

  Pois uma das formas mais brilhantes de ilustrar isso é dada no B-A-BA da Catequese, mostrada em muitos livrinhos de histórias bíblicas para crianças, repetido ad nauseam em muita humilde Missa de aldeia - e quem tem ouvidos para ouvir, que ouça, pois o mal de muita gente é a ausenciazinha de ouvido, ter a cabeça tão cheia de si que não absorve nada: é a velhinha história contada em Lucas 14:8-11, nem mais. Para os despistados, aqui fica:

"Quando alguém te convidar para uma boda não ocupes o lugar de honra, pois pode ser que tenha sido convidado alguém de maior prestígio. Se for assim, o anfitrião dirá: 'Dá o lugar a este'. Então, humilhado, precisarás de ocupar o último lugar.
Mas quando você fores convidado, ocupa o lugar menos importante de forma a que, quando vier aquele que te convidou, diga: 'Amigo, passa para um lugar mais importante'. Então serás honrado na presença de todos, pois todo o que se exalta será humilhado, e o que se humilha será exaltado".

  Quem sabe estar quietinho no seu canto nunca é aborrecido, pois não impõe a sua presença; é elogiado por quem o rodeia, logo não precisa de pescar elogios; não passa por atrevido, nem por ambicioso, nem por chato; deixa que seja a festa a vir ter consigo em vez de pôr o carro à frente dos bois; é, em suma, uma companhia agradável e se tiver as devidas qualidades para ocupar um lugar de maior relevo, decerto isso não deixará de acontecer...









1 comment:

Ana Andrade said...

Concordo plenamente, odeio gente que se tenta destacar a todo o custo, que se arma em intelectual e importante visando centrar as atenções em si.....e então quando a voz vai subindo de tom, só para o caso de não ter sido devidamente notado....

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...