Recomenda-se:

Netscope

Friday, August 8, 2014

Mestre Sun Tzu dixit: acorda, papa açorda.

Takeshi Kaneshiro

À minha cabeceira há sempre as duas Artes da Guerra: a de Maquiavel (no mesmo volume de O Príncipe)  e a de Sun Tzu. E se o sábio italiano frisou bem que nenhuma guerra pode ser adiada sem vantagem para o inimigo e que a sorte favorece os audazes, 2000 anos antes o general chinês já avisava:

"A pressa pode ser má conselheira, mas nunca vi demora que fosse prudente".

É errado querer tudo para ontem, sem respeitar o ritmo dos outros nem olhar ao desenvolvimento natural das circunstâncias. Roma e Pavia não se fizeram num dia e a ansiedade, o facilitismo, são apanágio de gente chata, sem noção... e amiúde frustrada, pois depressa e bem não há quem.

 Mas o contrário é igualmente mau. Adiar, deixar para amanhã, para o mês que vem, para o Dia de S. Nunca, para a semana dos nove dias; ter rodeios, patinar na maionese, enrolar, não ser claro nas intenções nem nos actos, acobardar-se, andar para trás e para a frente, mudar de ideias, procrastinar ad aeternum...são hábitos que numa guerra deixam as tropas desesperadas e em qualquer outra circunstância conduzem inevitavelmente ao fracasso, a mal entendidos, à monotonia, ao desânimo, a brechas e ao esmorecimento das melhores ideias ou dos projectos mais promissores. Amanhã Deus dará e o destino a Deus pertence...mas não exageremos. Uma coisa é ser prudente, outra coisa é ser paspalho. Ou ser papa açorda e depois queixar-se da sorte. Os mestres bem avisam...


No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...