Recomenda-se:

Netscope

Sunday, August 3, 2014

Três pequenos apontamentos do dia, para não ser tudo muito sério...

...e depois não virem dizer que ultimamente não se fala de moda nem de disparates por aqui, ou que o Imperatrix se vai tornando solene em plena silly season.

1- Diz-se cá por casa que mais dia menos dia se vai aderir à Bimby. Eu que sou completamente contra modernices e costumo dar cerca de dois anos antes de me converter a qualquer novidade desse género, mas mesmo assim com reservas (actualmente não passo sem café em cápsulas mas foi um sarilho para me convencer, e ainda assim não me apanham nem morta numa daquelas lojas sinistras da Nespresso, nem que o John Malkovich me venha buscar à porta a jurar que é o Todo Poderoso) ...até estava quase, quase a deixar de resistir...até que me disseram que é preciso virem cá umas senhoras fazer uma "sessão de Bimby" para nos mostrarem como aquele bruxedo funciona.
   Alto e pára o baile! Sessões de quê? Se aqui chego e vejo algo que remotamente se pareça com isso tenho um faniquito e nunca mais me levanto. Já agora, o que se segue? Reuniões de tupperware e degustações de batidos da Herbalife? E um workshopzinho de kizomba, não? Brincamos?  Ná, acho que a loja do tio Belmiro vende um sucedâneo qualquer que não exige sessões e se continuamos assim, é essa que vai e mais nada.

2- A ser verdade que estes dois estão juntos, ainda há esperança para os casais realmente lindos deste mundo. Ou seja, não comprem imitações: um casal deslumbrante, magnífico, é isto.
 Se há coisa que me desaponta é ver casalinhos sem sal vendidos pela imprensa como bonitos e, embora o amor possa eventualmente ser cego, a bem do equilíbrio estético não acho graça ver gente linda acompanhar camaféus (sou uma rapariga de gostos clássicos, as minhas opiniões tendem para o esteta e para o artístico e aqui não há politicamente correcto, processem-me lá).  
Joe Manganiello, o lobisomem de True Blood, é uma verdadeira estampa com o tipo eterno de perfeito varão medieval e Sofia faz todo o género de Deusa. Uma Deusa um bocadinho barulhenta, certo, a red blooded woman, mas façamos-lhe justiça, Praxíteles não lhe torceria o nariz se a propusessem como modelo para uma estátua de Vénus. Ao que parece o namoro é recente mas o actor, como rapaz de bons costumes, já foi apresentado à família da mais que tudo. Façam figas, que ainda vamos ver uma prole de crianças lindíssimas. Crescei e multiplicai-vos, a bem da Humanidade.

3- Na Primavera/ Verão do ano passado começaram a (re)aparecer nas passerelles os sapatos translúcidos. As maiores casas de moda, de Giuseppe Zanotti a Givenchy, têm apresentado as suas versões e não houve fashionista que não se sentisse tentada, nem it girl que não usasse uns.

 Como sempre que aparece uma tendência pouco prática (porque enfim, plástico e plástico por mais que jurem que é de óptima qualidade...) virei-me para o indoor shopping ou seja, fui ao "arquivo" cá de casa ver se havia alguns que me servissem, pois ia jurar que já tinha visto um ou dois pares guardados na secção compras-que-vão-dar-jeito-um-dia-e-presentes-que não-chegámos -a usar. Havia, mas no número abaixo do meu (logo, foram recambiados para a senhora mãe) e não sentindo uma vontade urgente nem uma necessidade imperiosa de ter uns, fui estando atenta. 

Estes são sapatos complicados de adquirir: não convém comprar  uma versão demasiado acessível, pois já basta serem de PVC- se o molde for duvidoso, é sofrimento na certa e não vão cair como devem. Por outro lado, custa um bocadinho investir numa marca luxuosa porque...enfim, é plástico! Assim, aconselham-se saldos, promoções ou sample sales para obter coisas deste género.

Ora, este ano os sapatos de Cinderela continuam em voga e, completamente por acaso, quando andava à procura de outra coisa, apareceram-me os mules Walter Steiger que já vos mostrei. Um mês e pouco depois, surgiu a oportunidade de ter uns Lanvin vintage por um preço muito simpático e...uma rapariga não é de ferro. São extremamente confortáveis porque a modelagem é de facto perfeita, mas não ponho os meus pés no fogo por eles para os usar horas a fio num dia de muito calor. 

Moral da história: quando se trata de compras não essenciais, de curiosidades estilísticas... compensa sempre esperar e observar. A paciência é uma virtude.
















1 comment:

A Bomboca Mais Gostosa said...

Quanto aos temas:
Eu tenho a Cookii, e digo-te, ao início também estava relutante, mas desde que a comprei, apaixonei-me. Não a uso em tudo, nem de perto nem de longe, mas para fazer massas (massa de rissóis, massa folhada, massa quebrada), sopas, purés, sobremesas, iogurtes, etc. é do melhor que há. A sério. Dá um jeitaço. Sobretudo o puré, que não tenho de estar ali a ralar a batata.

O casal é lindo. Não sabia, deste-me a novidade em primeira mão e amei. São os dois deslumbrantes.

Quanto aos sapatos... Bem, podem estar na moda, mas nessa moda não me apanham. Também tenho muita dificuldade em gostar de coisas de plástico.

***

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...