Recomenda-se:

Netscope

Wednesday, October 1, 2014

"Ele nunca me viu sem maquilhagem"...say what?


No outro dia fiquei surpreendida ao ler uma entrevista com a famosa maquilhadora Charlotte Tilbury, em que ela - com uma experiência de 20 anos ao lado dos maiores rostos da moda e senhora de uma pele impecável - confessa que dorme SEMPRE maquilhada. Considerando que é ruiva natural, deve ter uns genes à prova de bala para aguentar uma rotina tão nociva!

 Diz a makeup artist que uma vez que tem pestanas louras (hello, sister!) se habituou desde muito nova às benesses da máscara e sente que fica "estranha" sem ela. Segundo nos conta, o próprio marido nunca a viu sem o visual à Brigitte Bardot do costume. 

Fez-me lembrar algumas senhoras da minha família, que se levantavam antes do marido para não serem vistas "com olhos de sono!".

 Isto são os males de se ter um signature look: uma pessoa acostuma-se e já não consegue ver-se de outra maneira.
Embora eu não goste de mudar demasiado nem seja menina de aderir a tudo quanto é novidade, acho que é saudável ir usando vários visuais dentro do que nos fica bem - um dia um smokey eye, noutro um bold lip, noutro um cat eye, às vezes um aspecto de falsa "cara lavada" e outras uma maquilhagem completa, impecável, e assim por diante.

 Mas mais importante é tratar a pele o suficiente para gostarmos de nos ver ao natural, ao menos pela manhã e dentro de casa (onde não há calor nem poluição que agridam e causem vermelhidões). 

Não me entendam mal: sou toda pelo mistério e há certas rotinas de beleza (como máscaras de rosto verdes e rolos na cabeça) que não convém que um homem veja. Mas não sejamos exageradas...

Ao acordar, uma mulher - principalmente se for loura ou ruiva e de pele clara - poderá ter pestanas transparentes, mesmo que sejam longas, e um olhar menos felino. Mas possui o encanto das faces e lábios rosados pelo sono e uma cútis luminosa. É uma beleza diferente e convém que saibamos apreciá-la. Já ouvi vários cavalheiros elogiar a "beleza ensonada" das suas mulheres, pois por vezes um pouco de desalinho (não confundir com desleixo) tem encantos para eles que nos passam despercebidos a nós.

 A própria Bigitte Bardot tinha no seu visual algo de "saltei da cama agora mesmo". Mas sem deixar a pele respirar durante a noite, acho difícil manter isso por muitos anos.

Quem nunca "desabou" na cama ou no sofá depois de um dia cansativo que atire a primeira pedra, mas a sensação de dormir com "tralha na cara" é tão desagradável que acho impossível não acordar a meio da noite para ir a correr lavar o rosto ou no mínimo, ir buscar uns toalhetes desmaquilhantes. Pecados de beleza todas cometemos, mas acho esse demasiado desconfortável. 

E sinceramente, deve ser estranho a cara metade não conhecer realmente a cara da cara metade...imaginem que uma pessoa é raptada ou assim, fica sem acesso a maquilhagem e quando é salva o pobre rapaz vai buscar a mulher à esquadra e "ai que eu não sei quem é esta senhora"? I think not.






5 comments:

Inês Sousa said...

Um bocado sujinha esta senhora. Andar maquilhada 24h/24h?!? Uma coisa é ter cuidados com a aparência outra é falta de higiene. O meu marito faz parte dos que acham graça à cara de sono da mulher, mas porque sabe que eu não vou ficar com ela o dia todo lol.

Sandra Marques de Paiva said...

Há mulheres que têm uma trabalheira que só de ler este texto me cansou!

Adeselna Davies said...

Eu sou ruiva natural e tenho de tirar sempre o rímel antes de ir para a cama, senão as minhas pestanas ficam coladas. Que inveja da mulher! Ou então vai-lhe cair tudo daqui a uns anos <_<

Imperatriz Sissi said...

@Inês, eu não conseguia. Minha rica pele!
@Sandra, há maneiras de estar sempre bem sem uma rotina tão stressante!
@Adeselna, duas...e com lentes de contacto pior ainda. Fora a sensação de pele ressequida que não se aguenta!

A Bomboca Mais Gostosa said...

Também não era capaz! Até porque a pele precisa mesmo de respirar, e a maquilhagem começa a cansar a mesma.

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...