Recomenda-se:

Netscope

Friday, November 7, 2014

O regresso do lip liner



Desde os anos 90 que o delineador de lábios não andava tanto nas bocas do mundo, literalmente.

 Depois da sua época de glória (leia-se, da pavorosa linha castanha pronunciada que fazia as delícias de muita gente) - a que se seguiu o terrível reinado do gloss - o liner foi relegado para as caixas de ferramentas de maquilhadores profissionais e alguns makeup junkies inveterados.

Mas - lo and behold! - de há cerca de três anos a esta parte as mulheres redescobriram o bâton - e  encarnado, em todas as suas nuances (como o glorioso alaranjado) para usar na rua, à vontade, em plena luz do dia. Daí à tendência do bold lip ou statement lip foi um passo.

As raparigas que nunca se tinham conformado com o aspecto pegajoso e sem graça do lip-gloss-usado-como-bâton (eu! eu! eu!) regozijaram-se e deixaram de se cingir aos nudes e encarnados-transparentes. 

  O ressurgir do lip liner é, pois, uma consequência natural: se uma mulher usa bâton, vai querer que dure e tenha o melhor aspecto possível, tanto a olho nu como em retratos e selfies (caso de incontáveis bloggers por aí). E para usar bâton de forma quase profissional, o delineador dá imenso jeito. Pessoalmente, ele nunca abandonou o meu toucador, embora em uso ocasional. As versões lipstain em caneta são as minhas preferidas, mas o lápis (macio mas mate) dá um poucochinho de volume extra e um ar aveludado que é muito bonito de ver.
 Não obstante, foi preciso a tendência transformar-se num básico (um pouco como sucedeu com os skinny jeans) para que o lip liner voltasse à ribalta...de boas e más maneiras. Sim, pasmem, a hashtag #90slipliner não mente, já há quem queira trazer de volta esse tesourinho. Rezemos para que as pessoas se fiquem pelo razoável...

 No entanto (e detesto admiti-lo) a maior responsável por este revivalismo será Kylie Jenner (uma das irmãs mais novas e a César o que é de César, com muito mais estilo, da menina Kim Kardashian), que faz furor ao encher os seus lábios normais-a-finos só - jura ela -. com ajuda de maquilhagem. E como tem sido de rigueur, a internet segue. São inúmeros os tutoriais, alguns deles dos melhores maquilhadores, a explicar como conseguir o mesmo efeito.



 Goste-se ou não, esta forma de contouring (outra palavra chave do momento) é, a par com o smokey eye e em constraste com o no- make up look, um visual dominante.

 Acima de tudo é um recurso útil, tanto para quem quer realçar os lábios volumosos com que nasceu, como para aquelas que os querem aumentar visualmente.

Diz quem sabe, porém (e eu concordo) que o truque de desenhar por fora da linha natural só resulta em televisão e sobre uma camada espessa de maquilhagem. Na vida real é suficiente traçar a linha directamente sobre o contorno natural ou ligeiramente abaixo, preenchendo para dentro e finalizando com bâton.

Kylie e seguidoras, no entanto, prescindem do bâton e pintam toda a superfície só com lápis - o que é uma opção válida, já que o lipliner não é senão um bâton extra pigmentado.

  Com pulso firme e alguma sensatez, consegue-se um resultado muito feminino e que vale a tentativa. Podia dar-lhes para muito pior, valha-nos isso...





No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...