Recomenda-se:

Netscope

Sunday, November 2, 2014

Oh Keira cale-se, que é tão bonita.

Via net-a-porter


Quando certas mulheres de hoje em dia querem ser levadas a sério e passar por inteligentes, atiram um monte de palavrões de fazer corar as pedras da calçada com umas ideias de igualdade pelo meio, julgando (sem razão) que fazem uma bonita figura e (aqui têm razão) que os média vão achar muita gracinha.

Puxar da cartada da mulher-zangada-com-o-mundo é garantia de audiências: foi o caso da entrevista super malcriada e sem grande sentido de Keira Knightley à revista da Net-a-Porter. Super adequado: uma pessoa vai para descontrair um pouco a ver imagens e roupas bonitas e leva com agenda política que é uma alegria...eu que a achava tão elegante não podia estar mais desapontada.




 Nunca as editoras da revista escreveram tanto asterisco para disfarçar palavrões, estou certa...e o pior é que o discurso da actriz  não tem pés nem cabeça, ponta por onde se lhe pegue. A pobre jornalista limitou-se a abordar o tópico dos contos de fadas, já que a actriz faz tantos papéis de época e tem todo o tipo físico para isso.

 Vai ela responde isto, em modo regateira da praça de mão na anca:

“I left [FAIRY-TALES] behind. Why should you WAIT for some f***ing dude to RESCUE you?”

 e continua por ali além, por ali além, com argumentos sem jeito nenhum (que até parecia que a moça tinha andado a beber uns copos) sobre o drama que é pôr uma filha no mundo, e que ter uma filha rapariga é um acto político, ec, etc. Calma, Keira, calma, ninguém disse que uma mulher não é capaz de se desembaraçar sozinha, é só que é simpático que um cavalheiro ajude; é caso para uma resposta tão torta? E de onde é que saiu a política no meio disso tudo?

Deviam lavar-lhe a boca com sabão, no mínimo. É que não só este tipo de linguagem e de argumento vago é falar de barriga cheia (deve ser duríssimo ser linda, rica e bem sucedida num país democrático onde as mulheres fazem o que bem entendem, oh vida madrasta) como  dá razão a quem acha que as mulheres deviam ser vistas e não ouvidas. E em casos destes, é impossível não concordar: caladinha é muito mais bonita. Stay put, woman!







No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...